Ataque com foguetes atinge base no Iraque que abriga soldados dos Estados Unidos

Ofensiva com projéteis ocorre dois dias antes de visita do Papa Francisco ao país

base de Ain Al Asad
Legenda: O ataque mostra a dificuldade logística de organizar a visita do papa ao Iraque, que começará na sexta-feira (5).
Foto: Ayman Henna/AFP

Pelo menos 10 foguetes caíram, nesta quarta-feira (3), em uma base que abriga soldados americanos na região oeste do Iraque. O incidente ocorreu dois dias antes de uma visita considerada histórica do Papa Francisco ao país, conforme forças de segurança.

Os 10 foguetes caíram na base de Ain Al Asad. Vários projéteis atingiram a área em que ficam os soldados americanos da coalizão internacional antijihadista. Um funcionário civil terceirizado da coalizão no Iraque morreu vítima de ataque cardíaco após a ação.

"As forças de segurança iraquianas iniciaram uma investigação", afirmou no Twitter o coronel Wayne Marotto, porta-voz americano da coalizão internacional. Ainda nesta quarta, o Pentágono, em comunicado, informou que a vítima era um trabalhador civil terceirizado americano e que "não há informações de feridos entre membros do serviço americano".

Cenário de guerra

O ataque mostra a dificuldade logística de organizar a visita do papa ao Iraque, que começará na sexta-feira (5). Além disso, é o mais recente de vários do mesmo tipo cometidos nas últimas semanas.

O cenário, além das restrições de saúde provocadas pela pandemia de Covid-19, é marcado pelas tensões entre as duas potências mais influentes no Iraque: Irã e Estados Unidos. Todos os elementos transformam a viagem de Francisco em uma verdadeira corrida de obstáculos. 

Washington acusa com frequência as facções armadas pró-Irã como responsáveis por ataques com foguetes.

Os projéteis foram lançados a partir de uma localidade próxima da base, segundo fontes das forças de segurança iraquianas. Fontes ocidentais identificaram os foguetes como "Grad", concretamente do tipo "Arash", de fabricação iraniana e mais potentes que os usados recentemente.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo