Operação contra maus-tratos a idosos tem 63 inquéritos instaurados e 2 presos no Ceará

Operação Vetus é coordenado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública e as polícias civis de todo o país

Legenda: Suspeitos de violência a idosos no Ceará foram presos
Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Ceará prendeu duas pessoas e instaurou 63 inquéritos policiais por suspeita de agressão contra idosos durante a Operação Vetus deflagrada na manhã desta sexta-feira (4). Em todo país, o número de prisões passa de 440. Os trabalhos são coordenados pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública e as polícias civis de todo o país. 

Segundo a polícia, no Ceará, desde o início da operação, a polícia realizou mais de 1.063 investigações onde foram apuradas 222 denúncias. Foram instaurados ainda dois termos circunstanciados de ocorrência e cumprida uma medida protetiva. Ainda ocorreram 105 atendimentos de pessoas idosas vítimas de violência.

Registros de violência contra idosos aumentam 32,5% de janeiro a maio em Fortaleza

No Ceará, a ação é coordenada pela Delegacia de Proteção ao Idoso e Pessoa com Deficiência (DPIPD) e pelo Departamento de Proteção aos Grupos Vulneráveis (DPGV). Equipes de policiais civis realizam investigações durante toda esta sexta-feira. Mais informações serão repassadas ao longo do dia.

A operação integrada, que teve início no dia 1º de outubro (Dia Internacional do Idoso), foi planejada tendo em vista o aumento de denúncias de abuso registradas durante o período da pandemia. Desde o mês de abril vem sendo realizado o levantamento de denúncias feitas pelo Disque 100 em todo o país. 

Parcial nacional


Até as 11h30, em todo o país, foram apuradas 10.702 denúncias, tendo sido realizadas 12.745 visitas/diligências e atendidas 11.658 vítimas, que resultaram na instauração de 3.085 Inquéritos Policiais e de 2.344 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO). Além disso, 765 medidas protetivas foram cumpridas e 447 pessoas foram presas. Participaram da operação cerca de 6003 policiais. 

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança