Motorista de aplicativo e comparsas são presos ao realizarem série de assaltos em Fortaleza

Carro foi alugado pelo trio, que adulterou as placas do veículo. Homens usavam pistola falsa nas ações criminosas, de acordo com a Polícia Militar

Motorista de aplicativo e comparsas são presos suspeitos de realizar série de assaltos em Fortaleza
Legenda: O caso foi levado para o 13º Distrito Policial (DP), unidade plantonista localizada no bairro Cidade dos Funcionários
Foto: Rafaela Duarte

Um motorista de aplicativo identificado como Josué Jansen Jorge da Silva, de 29 anos, foi preso com outros dois comparsas suspeitos de realizarem uma série de assaltos no bairro Maraponga, em Fortaleza, na noite desta segunda-feira (13). De acordo com a Polícia Militar, o trio usava uma pistola falsa nas ações criminosas.

À reportagem, agentes do 21º Batalhão disseram ter localizado os homens na Avenida Bernardo Manuel, onde os militares deram ordem de parada obrigatória ao condutor do carro, que não obedeceu.

Perseguição

Na sequência, iniciou-se uma perseguição até a Avenida N, no Conjunto Prefeito José Walter, onde Josué Jansen parou porque o pneu do veículo estourou e subiu em uma calçada do local.

De acordo com os policiais, quando a equipe alcançou os suspeitos, um deles, identificado como Airton Sousa da Silva, tentou fugir. Ele já tinha antecedentes criminais.

Também na ofensiva, a composição do 21º Batalhão verificou que o automóvel havia sido alugado em uma loja de carros por Josué Jorge, que não tinha passagens pela Polícia Civil até então.

Adulteração

Placas do veículo foram adulteradas com uma fita preta para não chamar a atenção dos agentes da Segurança Pública.

Francisco Mikael Costa de Souza, que estava no banco do passageiro, tinha um mandado de prisão em aberto pelo crime de homicídio. Ele também já respondia a outros procedimentos, segundo os militares.

Apreensões

Ainda conforme a PM, o motorista de aplicativo relatou que começou a praticar as ações criminosas com os outros suspeitos, que moram no mesmo bairro que ele, porque precisava de dinheiro.

Com os três homens foram apreendidos aparelhos celulares roubados e uma pistola falsa. O caso foi levado para o 13º Distrito Policial (DP), unidade plantonista localizada no bairro Cidade dos Funcionários.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança