Aglomeração em bar de Tianguá leva a polícia a encontrar oito armas em residência

Proprietário do imóvel onde o armamento estava escondido chegou a ser preso, porém pagou fiança e foi liberado depois de prestar depoimento

Legenda: Oito armas que estavam escondidas em residência são apreendidas após a polícia atender denúncia de aglomeração em bar, na cidade de Tianguá.
Foto: Polícia Militar/ Divulgação

Oito armas de fogo foram apreendidas após policiais do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) atenderem denúncias de aglomeração em um bar na localidade de Sítio Santa Rita, em Tianguá, na tarde deste domingo (19). O proprietário da residência onde o material estava escondido chegou a ser preso, porém foi liberado após pagar fiança. 

Conforme a Polícia Militar do Ceará (PMCE), mensagens enviadas para o WhatsApp usados pelos agentes informavam que pessoas estariam no estabelecimento ouvindo som alto. Quando os policiais chegaram no bar, algumas pessoas que estavam no local correram. Os demais clientes foram abordados, porém nada de ilícito foi encontrado.

Durante a ação, um homem de 33 anos, que mora ao lado do bar, também foi abordado. Ao ser perguntado se possuía alguma arma de fogo em casa, o indivíduo confessou, então os agentes foram até a residência e fizeram uma revista.

De acordo com a PM, um revólver foi encontrado dentro do imóvel. Ainda durante as buscas, sete espingardas municiadas, todas do tipo socadeira, que estavam escondidas embaixo de uma cama, também foram localizadas pelos policiais.

As armas foram apreendidas e o homem, que não tinha antecedentes criminais, foi levado para o plantão da Delegacia Regional de Tianguá, onde foi autuado em flagrante por posse irregular de arma de fogo. O indivíduo depôs na unidade policial e foi liberado após pagar fiança.  Um inquérito foi aberto e a procedência das armas será investigada pela Polícia Civil.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) ressalta que o Estado ainda se encontra em isolamento social em razão da pandemia do novo coronavírus. Por esse motivo, os estabelecimentos comerciais devem seguir todas as medidas de enfrentamento da doença, como o uso obrigatório de máscara e implementação de regras para evitar aglomerações de funcionários e clientes.

 

 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança