Santa Casa de Misericórdia de Sobral volta a realizar cirurgias eletivas após mais de 100 dias

As cirurgias eletivas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) estavam suspensas desde 17 de março por conta da pandemia

Santa Casa de SObral
Legenda: Apenas procedimentos eletivos oncológicos ou aqueles em que o adiamento poderia causar o agravamento do quadro clínico do paciente estavam sendo realizados.
Foto: Divulgação/Santa Casa

Complexo Santa Casa de Misericórdia de Sobral, na região Norte do Estado, retoma, nesta quinta-feira (2), as cirurgias eletivas em suas unidades. A volta segue decreto municipal de 28 de junho e determina, ainda, que pacientes internados que apresentem sintomas respiratórios devem ser isolados, notificados e testados. Hoje, mais de mil pacientes aguardam cirurgias nas especialidades de ortopedia, geral, urologia e ginecologia do hospital. 

As cirurgias eletivas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) estavam suspensas desde 17 de março por conta da pandemia.

Para o retorno, a Santa Casa está entrando em contato com os pacientes na sequência da lista de espera da Central de Regulação do Estado do Ceará. Na realização de procedimentos que gerem aerossóis, como intubação orotraqueal, endoscopia, odontologia, etc, segundo decreto municipal, os profissionais devem utilizar paramentação completa: com avental/capote de manga longa, luvas de procedimentos, máscaras N95 ou PFF2 e óculos de proteção. 

O objetivo é prevenir contra a transmissão do novo coronavírus no momento do procedimento. Segundo boletim da Prefeitura de Sobral, o Município já soma 7.222 casos confirmados da Covid-19 e 236 óbitos - é a cidade do interior do Estado com mais casos da doença. 

Cirurgias Eletivas

Os procedimentos eletivos, geralmente, podem ser adiados por dias ou até meses, sem que isso leve riscos ao paciente. Em Sobral, as cirurgias eletivas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) estavam suspensas desde 17 de março. O hospital é referência em Obstetrícia, Traumato-ortopedia, Cardiologia, Oncologia, Neurocirurgia e Terapia Renal Substitutiva, mas suspendeu os procedimentos após orientações das secretarias da saúde de Sobral e do Estado.

Desde março, apenas procedimentos eletivos oncológicos ou aqueles em que o adiamento poderia causar o agravamento do quadro clínico do paciente estavam sendo realizados. Entre os meses de março e maio foi possível perceber uma queda significativa na quantidade de cirurgias e na meta mensal, de 150 procedimentos. Nos dois meses, foram registradas 211 cirurgias, segundo a Santa Casa de Sobral, o que equivale a uma média de 105,5 cirurgias em cada mês. 

Serviços de Saúde Liberados (Decreto Nº 2.456, 28 de junho):

  • Hospitais; 
  • Unidade de Pronto Atendimento (UPA); 
  • Clínicas Médicas*; 
  • Clínicas Veterinárias; 
  • Hospitais Veterinários; 
  • Consultórios*; 
  • Clínicas Odontológicas (Urgência e Emergência); 
  • Laboratórios; 
  • Farmácias e Drogarias.

(*) Procedimentos para cirurgias eletivas.