Quase 2,5 mil ocorrências de descumprimento das medidas sanitárias foram registradas no Cariri

O volume soma o intervalo entre os dias 20 de março e 28 de julho. Os casos aconteceram em 25 municípios da região

Legenda: Das ocorrências, 1.092 foram de comércios abertos
Foto: Divulgação/SSPDS

Desde o dia 20 de março, quando teve início a pandemia do novo coronavírus, as forças de segurança estaduais e municipais atenderam 2.486 ocorrências na região do Cariri em descumprimento às medidas de combate à Covid-19. Os dados da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) contabilizam as ações realizadas até a última terça-feira (28). Os casos somam as 25 cidades que compõem a Área Integrada de Segurança 19 (AIS 19). 

Deste número de ocorrências, 1.371 referem-se às aglomerações de pessoas, 1.092 de comércios abertos e 23 chamados por descumprimento de proteção individual

“As denúncias de aglomerações, geralmente, são pessoas conversando em calçadas que a gente consegue, na maioria das vezes, resolver dialogando. Quando não consegue, faz a condução”, explica o tenente Rafael Ramalho, do 2º Batalhão da Polícia Militar.  

O agente de segurança conta que as aglomerações, geralmente são entre vizinhos e pessoas da mesma família. Já no comércio, estão sendo flagrados muitos bares abertos. “As pessoas continuam insistindo. Deixando a porta semiaberta. Lá dentro encontramos os clientes”, descreve o policial.  

As ocorrências foram registradas em Abaiara, Altaneira, Antonina do Norte, Araripe, Assaré, Aurora, Barbalha, Barro, Brejo Santo, Campos Sales, Caririaçu, Crato, Farias Brito, Jardim, Jati, Juazeiro do Norte, Mauriti, Milagres, Missão Velha, Nova Olinda, Penaforte, Porteiras, Potengi, Salitre e Santana do Cariri. “O O que mais chama atenção é Juazeiro do Norte, até mesmo por ser uma cidade populosa, mas as pessoas insistem em não entender”, acredita Ramalho.  

Legenda: As denúncias podem ser repassadas ao número 190. O sigilo é garantido
Foto: Divulgação/SSPDS

Com a pandemia, o tenente detalha que a forma de agir da Polícia Militar mudou aos poucos, incluindo um cuidado maior com a tropa. “A gente pede para manter distanciamento. Todas as manhãs é feita a desinfecção dos veículos. Nas ruas, sempre saem de máscara, álcool em gel. Se for uma abordagem que possa ser feita na conversa, mantém a distância. Sempre tem esse cuidado”, destaca.  

Durante a pandemia, as ações vão desde a observação pelo policial militar quando de serviço no patrulhamento ordinário, até a realização de operações específicas, como barreiras móveis e operações de aproximação e ocupação em pontos estrategicamente escolhidos.  

Denúncias   

A população pode ajudar nas ações de combate ao novo coronavírus. Além de cumprir as medidas de isolamento, as pessoas devem denunciar condutas que desrespeitem o Decreto Estadual n° 33.574. As informações podem ser repassadas ao número 190 da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). O sigilo é garantido.