Escola de samba Unidos do Roçado de Dentro mantém tradição de 56 anos em Várzea Alegre

Formada em 1963, a escola é uma expressão viva da cultura carnavalesca brasileira

Legenda: Percurso de 3 km do sítio Roçado de Dentro até o centro da cidade de Várzea Alegre é acompanhado de perto pela comunidade
Foto: Foto: Honório Barbosa

Por volta das 17h deste domingo (3), integrantes da bateria da escola de samba Unidos do Roçado de Dentro deixaram o sítio onde são feitos os ensaios e seguiram em direção ao Centro da cidade de Várzea Alegre.

Com 15 alas contendo cerca 350 integrantes e um carro alegórico, os componentes percorrem 3 km do sítio, que fica na comunidade com o mesmo nome da escola, até o Centro, onde encontram as demais agremiações para desfilar na Avenida Durval Soares. 

Este ano, o figurido dos integrantes faz referência à banda baiana Olodum. Caio Souza, maestro da escola de samba, explica a homenagem. "A gente escolheu Olodum porque tem um ritmo que combina com a nossa percussão. Por isso vamos representá-la na avenida".

Segundo Valdir Menezes, integrante da escola, a expectativa para o desfile é a melhor possível. "A bateria está bem ensaiada, o samba está na ponta da língua. Estamos preparados. A expectativa é que seja bom. Fizemos nossa parte. Deus abençoe e vamos fazer bonito", conta. 

A Esurd, como é conhecida a agremiação, é formada por maioria de agricultores e seus filhos, mas tem também conta com a participação de moradores da cidade, profissionais liberais e comerciantes. A escola mantém a tradição há 56 anos e é uma expressão viva da cultura carnavalesca brasileira.

História

A Esurd é considerada a primeira agremiação carnavalesca rural do Brasil. E há 56 anos, o domingo de carnaval passou a ser diferente com a apresentação da agremiação em Várzea Alegre.

“A escola surgiu como uma brincadeira de nossos pais, avós, tios, que num domingo à tarde, em 1963, resolveram sair daqui do sítio Roçado de Dentro para brincar o carnaval na cidade. Sairam todos maltrapilhos, com caras pintadas de carvão, tocando instrumentos musicais e foram até a cidade", conta Vicente Menezes, membro da diretoria, que está na escola há 45 anos.

Visualizar esta foto no Instagram.

No final da tarde deste domingo (3), integrantes da bateria da escola de samba Unidos do Roçado de Dentro deixaram o sítio, onde são feitos os ensaios e seguiram em direção ao centro da cidade de Várzea Alegre. Com 15 alas contendo cerca 350 integrantes, e um carro alegórico, os componentes percorrem 3 km até a Avenida Durval Soares. Este ano, o figurino dos integrantes faz referência à banda baiana Olodum. A Esurd, como é conhecida a agremiação, é formada por maioria de agricultores e seus filhos, mas tem também a participação de moradores da cidade, profissionais liberais e comerciantes. A escola mantém a tradição há 56 anos e é uma expressão viva da cultura carnavalesca brasileira. (Fotos: Edson Feitas, Honório Barbosa e Wandenberg Belém) #festa #várzeaalegre #escoladesamba #cearense #DiáriodoNordeste #DN

Uma publicação compartilhada por Diário do Nordeste (@diariodonordeste) em

Você tem interesse em receber mais conteúdo da região do Ceará?