Dois dias após forte chuva, Jericoacoara segue com acessos alagados e tem lixo nas ruas

Cidade que abriga a vila teve maior chuva em 24 horas no Ceará neste fim de semana

Legenda: Ruas continuaram cheias de lama nesta segunda-feira (4)
Foto: Foto: VC Repórter

Dois dias após a chuva de 121mm em Jijoca de Jericoacoara, no litoral Oeste do Ceará, no fim da tarde de sábado (1º) e parte de domingo (2), a vila à beira do mar segue praticamente inacessível para carros sem tração.Turistas reclamam da falta de estrutura da vila.

Clebson Thiany, turista de Pernambuco, conta que a situação na vila "está caótica", com "péssima situação de saneamento, esgoto a céu aberto, lixo espalhado pelas ruas". Os caminhões de lixo não podem entrar na vila devido a vias alagadas e a coleta de lixo foi suspensa. 

Imagens feitas durante a chuva de sábado (2) mostram cadeiras de um restaurante na Rua Principal sendo arrastadas por vários metros.

Legenda: Ainda era possível ver fiação exposta em alguns trechos da rua
Foto: VC Repórter

Acessos

Da cidade até a Vila são cerca de 20 quilômetros e esse percurso passa por dentro do Parque Nacional de Jericoacoara ou seja, por dunas móveis. Com a chuva forte, as lagoas que se formam entre elas transbordaram é o acesso só é possível em veículos com tração nas quatro rodas. Durante a chuva, com ventos fortes e trovoadas, turistas ficaram ilhados em hotéis, pousadas e restaurantes. 

Os guias que trabalham na região orientam que carros pequenos não devem se arriscar, sob o risco de ficar no meio do caminho. Imar Alencar é bugueiro e ganha a vida transportando as pessoas entre a cidade de Jijoca de Jericoacoara até a Vila. "Já encontramos diversos carros quebrados. Quebram para-choques, perdem placas e até ficam atolados". 

Legenda: Esgoto a céu aberto despeja água no mar
Foto: Foto: VC Repórter

Outra alternativa para chegar até a Vila é pela Praia do Preá, no município de Cruz. O problema que o riacho encheu dificultando a passagem de veículos. A falta de acesso é justificativa dada pela Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara para suspender a coleta de lixo: os carros não conseguem acessar e até que a água baixe de volume e o solo fique mais seco, a coleta de lixo segue suspensa. 

“O maior problema é a travessia de Jijoca e Preá para Jeri, e erosão nas ruas de Jeri que são de areia. Também tivemos alguns problemas, mas a equipe de manutenção já está se deslocando para o local”, explica o secretário de Turismo de Jericoacoara, Ricardo Gusso Wagner. Até o fim do feriado, cerca de 10 mil pessoas devem passar pela Vila de Jericoacoara. 

Prefeitura

Em nota postada em uma rede social, o prefeito de Jijoca de Jericoacoara, Linbergh Martins, afirma "que alguns pontos de extravasamento de água e esgoto na Vila de Jericoacoara foram identificados  e que logo após a constatação foi notificada a concessionária - Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) sobre o dano causado, que se comprometeu em resolver a problemática o mais rápido possível". A nota diz, ainda, que o extravasamentos se devem pela quantidade de areia levada pela forte chuva ocorrida no sábado para dentro das tubulações. 

Também por meio de nota, nesta quarta-feira (6), a Cagece informou que "realizou serviço de desobstrução nos pontos com ocorrência de extravasamento de esgoto. Esse serviço foi concluído domingo (03)". Ainda segundo a companhia, enquanto perdurarem as chuvas, equipes técnicas vão estar em alerta, realizando inspeções e manutenções preventivas na vila.

A Cagece afirma que o problema foi ocasionado devido ao acúmulo de areia na tubulação.