Covid-19: Quatro cidades do Cariri prorrogam ‘lockdown’ por mais uma semana

Mesmo com decreto estadual avançando na retomada econômica, Brejo Santo, Barbalha, Crato e Juazeiro do Norte optaram por seguir em isolamento mais rígido

Juazeiro do Norte, na região do Cariri, permanece em ‘lockdown’ há 13 dias
Legenda: Juazeiro do Norte, na região do Cariri, permanece em ‘lockdown’, decretado na segunda quinzena de junho.
Foto: Wandemberg Belém

De acordo com o decreto estadual publicado no último sábado (26), todas as cidades cearenses poderiam sair da fase de isolamento social mais rígido devido a pandemia da Covid-19. Ainda assim, quatro municípios optaram por permanecer em ‘lockdown’, em decretos municipais válidos a partir desta segunda-feira (27), por conta de suas situações epidemiológicas. São eles Juazeiro do Norte, Crato, Brejo Santo e Barbalha, todos no Cariri, atual epicentro da doença.

 

 

Iguatu, no Centro-Sul do Estado, que estava em isolamento social rígido na última semana, passou à fase de retomada gradativa da economia. Sayonara Cidade, presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Ceará (Cosems), avalia que é fundamental a decisão das Prefeituras em manter cautela quanto ao plano de retomada no Cariri. 

Leia mais:

> Apesar de permissão estadual, Crato e Juazeiro do Norte mantêm suspenso transporte intermunicipal

Iguatu amplia abertura das atividades econômicas a partir desta segunda-feira (27)

“A situação na região como um todo ainda é preocupante e, por isso, todos os municípios ainda estão em transição. Para ter ideia, em uma semana a gente tinha 6 mil casos na macrorregião toda e, na seguinte, tínhamos esse número somente em Juazeiro do Norte, com mais de 200 óbitos”, relata.

Fases do Estado:

  • Macrorregião do Cariri: Fase de Transição da Economia;
  • Macrorregião Norte: 2ª semana da Fase 1 de retomada (funcionamento de algumas atividades, com restrições);
  • Macrorregião de Fortaleza: Fase 3 (funcionamento de estabelecimentos comerciais, com horário reduzido);
  • Macrorregiões do Sertão Central e Litoral Leste/Jaguaribe: 1ª semana da Fase 2 de retomada (funcionamento de algumas atividades, com restrições);

Situação

Segundo a plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde (Sesa) do Ceará, a macrorregião do Cariri 19.909 casos confirmados da doença e 534 óbitos. Juazeiro do Norte e Crato concentram o maior número de infectados - 6.455 e 2.552, respectivamente. “A avaliação do cenário deve ocorrer seguindo a incidência da doença e número de óbitos, que é o agravamento da Covid-19. Esse número mostra a taxa de letalidade, que apresenta a agressão do vírus”, avalia Cidade. 

A letalidade na macrorregião do Cariri é de 2.7 (a média estadual é 4.6), segundo o IntegraSUS.

Situação mais preocupante, Juazeiro do Norte tem taxa de letalidade de 2.9, com 209 óbitos. O Município entrou, hoje (27), na quinta semana consecutiva de isolamento social mais rígido, movimento considerado necessário pela diretora de vigilância e saúde do Município, Evanusia de Lima. “É importante porque nos regula em relação a transmissão. Quanto mais gente estiver em isolamento, melhor. Como ainda não temos vacina, precisamos apelar para o distanciamento das pessoas". 

“Esperamos entrar em fase de estabilização dos casos com isso. Existe um elo entre Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha. Profissionais trabalham entre essas cidades, que são interligadas. Quando essa situação for modificada, se modificam nas três”, explica. 

No caso do Crato, ficou prorrogado, de 00h00min de hoje até às 23h59min de 2 de agosto, a política de isolamento social rígido visando o enfrentamento da pandemia. A cidade entrou em ‘lockdown’ em 29 de junho, assim como Brejo Santo, que também renovou seu decreto, válido até 2 de agosto.

No caso de Barbalha, o decreto de renovação ainda não foi publicado, mas a Prefeitura informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que o documento deve sair no Diário Oficial do Município até amanhã (28). No fim da semana, a situação será reavaliada para nova definição da possível reabertura, garantiu a Prefeitura. 

Dificuldade em manter o isolamento

Sayonara Cidade ressalta que não é fácil para o município seguir em ‘lockdown’, já que as pessoas “não querem parar” e que há uma pressão do mercado visando a retomada. Ainda assim, ela avalia como necessário, principalmente neste momento, quando o número de casos ainda está em curva crescente. “Com a situação que temos, na próxima semana Juazeiro do Norte pode ultrapassar Sobral (9.600 casos) em número de casos”

“Felizmente, o governo do Estado conseguiu a expansão dos leitos de UTI na região. Estamos mais tranquilos por conta dessa ampliação e rapidez com que foi feita”.