Baturité é o 4º município cearense a decretar lockdown, apesar da reabertura econômica

O isolamento social rigído tem início nesta sexta-feira (16) e vai até 25 de abril

Baturité lockdown
Legenda: O município ainda determinou toque de recolher das 20h às 5h
Foto: Amanda Carneiro

Para frear o avanço da Covid-19, o município de Baturité, distante cerca de 100 km da Capital, é o 4º do Ceará a instituir decreto que determina o isolamento social rígido em seu território, mesmo após autorização da reabertura gradual da economia pelo governo do Estado. O lockdown tem início nesta sexta-feira (16) e vai até 25 de abril

Atualmente, também estão em isolamento social rígido, os municípios de Antonina do Norte, Capistrano e Santana do Cariri.  

Com a determinação, estão proibidos de abrir bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres, permitindo apenas o funcionamento por serviço de entrega; além de lojas ou estabelecimentos do comércio, ou que prestem serviços de natureza privada. 

Equipamentos culturais, públicos ou privados; feiras e exposições; assim como academias, clubes, centros de ginástica e estabelecimentos similares também ficarão fechados neste período. 

Celebrações religiosas, assim como atividades de ensino, seja público ou privado, só podem ser realizadas de maneira remota, sem público presencial.

Balneários, parques e cachoeiras, ou qualquer locais de uso coletivo que permitam aglomeração de pessoas, não devem receber visitantes durante o lockdwon. 

Ficam proibidos ainda a realização de festas públicas ou privadas, e a prática de atividades físicas coletivas ou individuais, mesmo em ambientes abertos. 

O município ainda determinou  toque de recolher das 20h às 5h. A prefeitura alerta para multa de até R$ 75 mil que pode ser aplicada no descumprimento das normas sanitárias de prevenção à Covid-19.

Atividades permitidas

Permanecem funcionando serviços hospitalares de emergência, médicos e odontológicos, laboratórios de análises clínicas, farmacêuticos, clínicas de fisioterapia e de vacinação.

Também estão autorizados a funcionar os supermercados; serviços de retirada de alimentos e encomendas em lanchonetes; e postos de combustíveis, vedado o atendimento para refeições no local.

Distribuidoras de água e gás, funerárias, instituições financeiras apenas com expedientes internos e sem atendimento ao público; assim como clínicas veterinárias, exceto para atividades de pet shop, podem funcionar. 

Baturité registrou, até às 20 horas da quinta-feira (15),  1.822 casos confirmados de Covid-19, 70 óbitos e 315 casos suspeitos. No momento, 444 pessoas estão em tratamento da infecção na cidade. Os dados são do último boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura municipal. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará