Barragem do Banabuiú receberá R$ 3 milhões para projeto de recuperação ainda este ano

O anúncio foi feito pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, na última segunda-feira (2).

O terceiro maior açude do Ceará, o Arrojado Lisboa, em Banabuiú, no Sertão Central, popularmente conhecido como Açude Banabuiú, receberá R$ 29 milhões do Governo Federal para recuperação de sua estrutura. Atualmente, ele está com apenas 5,46% da capacidade máxima (1,7 bilhão de m³) e sofre com problemas de infraestrutura. Até o fim de 2019, R$ 3 milhões serão liberados para elaboração do projeto executivo.

O anúncio da liberação foi feito pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, no início da semana. “Dentro do nosso plano de recuperação de Barragens conseguimos um recurso adicional para o Ceará”, disse. Na oportunidade, o secretário da Segurança Hídrica, Marcelo Pereira, confirmou que parte do recurso chega ainda neste ano. 

"Aprovamos a proposta apresentada pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) no valor total de R$ 29 milhões para a recuperação da barragem, e esse ano já vamos liberar a parte referente a elaboração do projeto executivo”, disse o secretário.

Dificuldades

Com as chuvas escassas em regiões do interior, muitos açudes acabaram ficando abaixo de sua capacidade. Em Banabuiú, cerca de 300 pescadores e suas famílias são afestados com a situação. De acordo com o Dnocs, a represa do Banabuiú foi construída com a finalidade de controlar as cheias dos rios da região, responsáveis por inundações no Vale do Jaguaribe.

O represamento do afluente viabilizou projetos de irrigação em Morada Nova, a piscicultura e o aproveitamento das áreas de montante, para a agropecuária familiar.

Nacional

No ínício do ano, o Ministério do Desenvolvimento Regional apresentou uma previsão de investimento de R$ 25 bilhões em 114 obras referentes ao abastecimento de água no país - a maioria, 66, está no Nordeste. De acordo com a pasta, o plano prioriza intervenções estruturantes e estratégicas, contemplando obras dos estados e da União. 

Você tem interesse em receber mais conteúdo da região do Ceará?