Izolda Cela oferece ajuda de bombeiros e agentes da Defesa Civil para vítimas de enchentes em Recife

Governadora do Ceará conversou com o chefe do Executivo de Pernambuco, Paulo Câmara. Prefeito de Fortaleza, José Sarto também ofereceu ajuda

Agentes do Ceará também auxiliaram nos resgates em Petrópolis, no Rio de Janeiro
Legenda: Agentes do Ceará também auxiliaram nos resgates em Petrópolis, no Rio de Janeiro
Foto: Divulgação/Bombeiros

A governadora do Ceará, Izolda Cela (PDT), conversou com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), neste sábado (28). A cearense ofereceu ajuda às vítimas de enchentes e deslizamentos de terra na Grande Recife. Segundo ela, agentes do Corpo de Bombeiros do Ceará e da Defesa Civil estão à disposição para auxiliar os pernambucanos. 

"Que Deus conforte as famílias das vítimas neste momento de dor", escreveu a pedetista nas redes sociais. 

De acordo com o Governo do Ceará, integrantes do Corpo de Bombeiros cearense já estão em contato com membros da corporação de Pernambuco para avaliar a necessidade de envio de reforço. 

Já o prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), disse que conversou com o prefeito de Recife, João Campos (PSB), e colocou "a Prefeitura de Fortaleza à disposição para colaborar". Ele informou ainda que as equipes da Prefeitura estão "monitorando áreas mais críticas".

Chuvas na Grande Recife

Até o início da tarde deste sábado (28), 30 pessoas morreram em Recife e na região metropolitana da Capital. Na região, além de deslizamentos de terra, foram registrados alagamentos, quedas de árvores e muros.

Desde o último domingo (22), enchentes têm castigado os pernambucanos. Nas últimas horas, no entanto, a situação ficou ainda mais crítica com chuvas que superam 100 milímetros (mm), chegando a 150 mm em Recife.

Parte das mortes aconteceram no Jardim Monte Verde, no Ibura, na Zona Sul do Recife. Em Camaragibe, Região Metropolitana, três pessoas morreram após um deslizamento de barreira durante a manhã.

Dentre os mortos há ainda vítimas que recebiam atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Ibura. Cerca de mil pessoas estão desabrigadas. 

Resgates

Em fevereiro deste ano, bombeiros cearenses foram enviados a Petrópolis, no Rio de Janeiro, para ajudar nas buscas por pessoas desaparecidas por causa das fortes chuvas na região serrada. Os agentes levaram equipamentos e cães farejadores. 

Os agentes do canil também atuaram nas buscas em Brumadinho, Minas Gerais, em 2019, quando uma barragem se rompeu e provocou um dos maiores desastres ambientais da mineração do país.