Isolado, Bolsonaro não participa de foto de líderes do G20 na Fontana di Trevi

A participação do presidente do Brasil na reunião do G20 tem sido marcada por uma agenda esvaziada

Líderes fazem o tradicional gesto de jogar uma moeda da sorte de costas para a fonte
Legenda: Durante o passeio, líderes mundiais jogaram moeda da sorte na Fontana de Trevi, na Itália
Foto: Divulgação/G20 Italy

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) está entre os poucos líderes das 20 principais economias do planeta, o G20, que não participaram de um passeio na Fontana de Trevi, conhecido ponto turístico de Roma, na manhã deste domingo (31).

Consequentemente, ele também não aparece em uma foto em que os líderes fazem o tradicional gesto de jogar uma moeda da sorte de costas para a fonte. 

Na fotografia, estão presentes importantes chefes de Estado como o presidente francês Emmanuel Macron; a chanceler alemã Angela Merkel e o primeiro-ministro britânico Boris Johnson. 

Além do presidente do Brasil - que visitou a Fontana de Trevi na véspera apenas com sua comitiva -, não participaram do passeio o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden;  e o da Argentina, Alberto Fernández. Não já informações que justifiquem a ausência do mandatário brasileiro.

Neste domingo, Bolsonaro participou apenas de uma reunião com o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, conforme informado pela própria Presidência.

O encontro ocorreu "à margem da Cúpula de Líderes do G20", afirmou o Planalto no Twitter, sem fornecer mais detalhes.

A participação de Jair Bolsonaro na reunião do G20 tem sido marcada por uma agenda esvaziada. Isolado, chefes de Estado e de governo demonstraram pouco interesse em interagir com ele.