Após receber prefeitos, Camilo Santana anuncia plano de recuperação econômica

Governador falou sobre o tema no 9º Seminário de Gestores Públicos - Prefeitos Ceará 2021, promoção do Diário do Nordeste

Governador Camilo Santana em seminário Prefeitos Ceará 2021
Legenda: O governador fez um balanço das ações governamentais durante a pandemia
Foto: Divulgação

O Estado do Ceará está desenvolvendo um plano de recuperação econômica pós-pandemia que terá o objetivo de ajudar os municípios a superar a cruse. O governador Camilo Santana (PT), durante a palestra inaugural do 9º Seminário de Gestores Públicos - Prefeitos Ceará 2021, uma promoção do Diário do Nordeste, afirmou que o programa sairá após ele conversar individualmente com quase todos os prefeitos cearenses.

Camilo também anunciou ter sancionado hoje a criação do programa Mais Emprego Ceará, pelo qual o Governo deve subsidiar metade dos salários de novos contratados pelos setores do comércio e serviços.

Com o tema “O legado pós-pandemia para o Estado do Ceará”, a palestra de Camilo teve foco principal no balanço de ações e investimentos por parte do Governo desde o ano passado.

O governador também concentrou esforços em cobrar união para superar a crise. “Só falta um prefeito para eu receber aqui, dos 184 prefeitos do Ceará. Recebi a todos individualmente, conversando sobre a pandemia, sobre as ações de retomada do crescimento, sobre os investimentos de cada município”, afirmou o petista. 

Segundo Camilo, o diagnóstico da situação precede o lançamento de um plano de ações para a recuperação econômica do Estado. “Nós vamos primeiro medir o grau de efeito da pandemia nesse aprendizado, para que a gente possa construir os mecanismos metodológicos, de apoio financeiro, enfim, para que a gente possa acelerar esse processo, recuperar o tempo perdido na pandemia, nesse um ano e meio”, disse durante a palestra.  

Para o governador, o momento exige um esforço coletivo não só do poder público: 

“Nós precisamos de uma grande corrente unindo setor produtivo, setor acadêmico, sociedade. Tirando as divergências políticas e partidárias de lado, em um esforço para a recuperação da economia, retorno das atividades, crescimento e geração de emprego para os cearenses”.
Camilo Santana
Governador do Estado

Durante quase uma hora de palestra, Camilo Santana listou uma série de ações e programas postos em prática pela gestão para amenizar os efeitos da pandemia, nas áreas de saúde, educação, cultura, ação social e na própria economia.

O governador sancionou hoje a lei que cria o programa Mais Emprego Ceará. Durante seis meses, 20 mil novos contratados, até 100 por empresa, terão 50% dos salários mínimos pagos pelo Governo do Estado. “Precisamos recuperar a economia e retomar o emprego no nosso Estado”, disse Camilo após o anúncio na palestra. 

Conquistas da pandemia 

A apresentação de Camilo Santana trouxe dados relativos a abertura de leitos, ampliação e universalização do SAMU, aquisição de vacinas, proteção social, inclusão digital e transparência nos dados e gastos públicos.  As demandas urgentes do período elevaram em quase 25% os investimentos estaduais na Saúde, de 2019 para 2020, de R$ 2,7 bilhões para R$ 3,36 bilhões

A pandemia acelerou o processo de reestruturação e regionalização da rede pública de atendimento, já planejado anteriormente pelo secretário Dr. Cabeto. “O Ceará foi dividido em 5 macrorregiões de saúde, e a ideia é que 90% das demandas de saúde de cada região sejam resolvidas na própria região”.  

Para Camilo, a pandemia evidenciou a importância da ação e dos investimentos do Estado. “O Brasil é um dos países mais desiguais do planeta, e essa pandemia mostrou mais fortemente essas desigualdades, e por outro lado também mostrou a importância do Sistema Único de Saúde. Lembrando que mais de 80% da população cearense usa o sistema público de saúde”, concluiu o governador.