Fortaleza vai receber mais 37 leitos exclusivos para a Covid-19, anuncia Camilo

Em Fortaleza, 87,81% das UTIs e 91,53% dos leitos de enfermaria estão ocupados, conforme última atualização do IntegraSus

fotografia
Legenda: As 37 unidades extras serão entregues nesta semana no Hospital Dr. Waldemar Alcântara
Foto: Divulgação/Governo do Estado

O governador Camilo Santana (PT) anunciou, neste domingo (7), que vai entregar mais 37 leitos de enfermaria exclusivos para pacientes com Covid-19 em Fortaleza ainda nesta semana. As unidades irão reforçar a demanda do Hospital Geral Dr. Waldemar Alcântara, localizado no bairro Messejana. 

"O Hospital Geral Dr. Waldemar Alcântara, da rede de saúde do Estado, ganhará mais 37 leitos de enfermaria nesta semana exclusivos para a Covid-19. As obras para construção da nova ala estão em fase final e seguem em ritmo ininterrupto, para que o espaço seja entregue o mais rápido possível", ressalta o governador, por meio do Twitter. 

fotografia
Legenda: As obras na nova ala para a Covid-19 no hospital estão em fase de finalização
Foto: Divulgação/Governo do Estado

O chefe do Executivo Estadual reforçou também que mais de 3.200 leitos extras para tratamento de pacientes com a Covid-19 foram entregues em todo o Estado. O número abrange enfermaria e UTI. 

fotografia
Foto: Divulgação/Governo do Estado

"No total, já são mais de 3.200 leitos extras de enfermaria e terapia intensiva exclusivos para Covid entregues no estado. Seguimos ampliando nossa rede de saúde para acolher e atender os cearenses da melhor forma possível", frisou. 

Ocupaçao de leitos

Em Fortaleza, 87,81% das UTIs e 91,53% dos leitos de enfermaria estão ocupados. No entanto, quando se trata das unidades reservadas para adultos, que são os mais acometidos pela Covid-19, os índices são ainda piores: 93,74% do leitos de UTI e 95,54% dos leitos de enfermaria estão com pacientes na Capital.

No Hospital Dr. Waldemar Alcântara, 12 (70,59%) dos 17 leitos de UTI ativos estão ocupados e 84 (89,36%) das 94 unidades de enfermaria estão com pacientes. Além disso, a maioria das unidades de saúde da rede pública e privada também estão com níveis altíssimos de ocupação - em alguns casos os ínidices já chegama 100%.

Em todo o Estado, a taxa de ocupação de leitos de UTI é de 89,35% e de enfermaria é de 78%. 

Os dados são da última atualização do IntegraSus, plataforma de transparência da Saúde do Ceará, no sábado (6). 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política