Consórcio Nordeste se reúne com ministro para discutir opções de vacina

os governadores querem que as disputas partidárias em torno da vacina sejam deixadas de lado para garantir o insumo à população o quanto antes

fotografia
Legenda: Ainda segundo Dias, os gestores esperam receber uma proposta concreta, com opções de múltiplas vacina no Plano Nacional de Imunização, para "até abril ou julho sair dessa crise"
Foto: Governo do Piauí

Os governadores do Consórcio Nordeste irão se reunir, nesta terça-feira (8), com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para discutir opções de aquisição de vacina da Covid-19. Os chefes do Executivo querem acertar detalhes sobre o Plano Nacional de Imunização e Plano Estratégico de Vacinação do Brasil para garantir imunizantes seguros diante da competitividade das nações pela vacina.

Leia mais

O governador Camilo Santana (PT) deve participar de forma virtual da reunião com o ministro, assim como outros da região. O presidente do Consórcio Nordeste, Wellington Dias (PT), governador do Piauí, deve se encontrar pessoalmente com Pazuello em Brasília, assim como outros chefes do Executivo Estadual de outras regiões.

De acordo com Wellington Dias, os governadores querem que as disputas partidárias em torno da vacina sejam deixadas de lado para garantir o insumo à população o quanto antes.

"O que queremos é salvar vidas acim das disputas partidárias. Se uma vaicna é aprovada pela agência reguladora (Anvisa), é segura, é eficiente, essa é a boa vacina", destacou.

Ainda segundo Dias, os gestores esperam receber uma proposta concreta, com opções de múltiplas vacina no Plano Nacional de Imunização, para "até abril ou julho sair dessa crise".

"Quantos mais laboratórios trabalhando, mais cedo nós saímos da crise da pandemia e saímos também da crise econômica. O que desejamos dessa reunião é uma proposta concreta", frisou.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política