Dia dos Namorados

É importante reconhecermos a maturidade necessária para entender os limites do nosso nosso bolso

Escrito por Val Freitas ,
Contadora e Sócia da Repense Inteligência Financeira
Legenda: Contadora e Sócia da Repense Inteligência Financeira

O dia mais romântico do ano está chegando. O Dia dos Namorados! Dia de demonstrar amor à pessoa amada! Como é bom amar, não é mesmo? E ser amado então, nem se fala. Mas, como demonstrar tanto amor sem entrar no vermelho?

É importante reconhecermos a maturidade necessária para entender os limites do nosso nosso bolso. Não há nada de errado em expressar nosso amor através de presentes, mas precisamos ser conscientes sobre o que realmente cabe dentro das nossas possibilidades financeiras.

Quantas vezes já vimos pessoas se endividarem por conta de presentes extravagantes, cujas parcelas duraram mais do que o próprio relacionamento? É triste, mas é uma realidade comum. Por isso, precisamos adotar uma abordagem mais equilibrada e sensata.

Fato é que o Dia dos Namorados realmente aquece o comércio. Um estudo do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Ceará (IPDC) da Fecomércio-CE, aponta um potencial de faturamento de R$ 240 milhões no comércio varejista de Fortaleza. A estimativa representa um aumento de 14,4% em relação ao ano anterior.

A data é uma oportunidade para celebrar o amor de uma forma autêntica e significativa. Às vezes, uma experiência compartilhada pode ter um impacto muito maior do que qualquer objeto material. Imagina o seu amor te preparar um jantar especial ao invés de vocês enfrentarem filas em restaurantes, mal atendimento de garçons, demora para a comida chegar? Isso é apenas um exemplo de tantas outras trocas inteligentes que podemos fazer.

Apostar em experiências é uma ótima escolha de viver momentos memoráveis ao lado do seu amor e por muitas vezes não custa tão caro. Momentos especiais que ficarão gravados na memória para sempre. Sejamos conscientes em relação às nossas finanças, para que possamos desfrutar plenamente do amor sem o peso das dívidas.

Vamos celebrar o amor de uma forma que seja verdadeira, genuína e sustentável. Afinal, o que realmente importa é a conexão, o carinho e a cumplicidade que compartilhamos com aqueles que amamos. E isso não tem preço.

Conceição Martins é advogada
Conceição Martins
14 de Julho de 2024
Jornalista e senador constituinte
Mauro Benevides
11 de Julho de 2024
Jornalista
Gilson Barbosa
07 de Julho de 2024