Conscientização da Infertilidade

Escrito por Marcelo Cavalcante ,
Médico especialista em reprodução humana
Legenda: Médico especialista em reprodução humana

Junho é o mês dedicado à conscientização sobre a infertilidade, um tema que, apesar de afetar milhões de pessoas, ainda é cercado por tabus e desinformação. Durante este mês teremos a oportunidade para abrir diálogos, compartilhar informações e oferecer apoio àqueles que enfrentam desafios na jornada para construir uma família.

A infertilidade é uma condição médica definida pela Organização Mundial da Saúde como a incapacidade de um casal conseguir uma gravidez após 12 meses de relações sexuais regulares. Estima-se que afete cerca de 15% dos casais em idade reprodutiva no mundo.

Um dos maiores desafios enfrentados por quem lida com a infertilidade é o estigma social. A infertilidade muitas vezes é vista erroneamente como um "problema de mulher", quando, na verdade, afeta tanto homens quanto mulheres em proporções quase iguais. Essa falta de informação perpetua a culpa e o isolamento, especialmente para as mulheres, que podem sentir-se responsáveis pela incapacidade de conceber.

Outro aspecto crucial da conscientização é o suporte emocional. A jornada da infertilidade pode ser extenuante e emocionalmente desgastante. Grupos de apoio, aconselhamento psicológico e comunidades online podem oferecer um espaço seguro para compartilhar experiências, trocar informações e encontrar conforto. É vital que as pessoas saibam que não estão sozinhas e que existem recursos disponíveis para ajudá-las a navegar por esse período difícil.

A conscientização também deve se estender ao campo das políticas públicas. Acesso a tratamentos de fertilidade muitas vezes é limitado ou inacessível devido aos altos custos e à falta de cobertura por parte dos sistemas de saúde. Políticas inclusivas que garantam acesso equitativo a cuidados reprodutivos são essenciais para apoiar todos aqueles que desejam formar uma família. 

É tempo de abraçar a compreensão e a compaixão, reconhecendo que a jornada para a maternidade e paternidade, embora única para cada indivíduo, é uma parte fundamental da experiência humana.

Marcelo Cavalcante é médico especialista em Reprodução Assistida

Conceição Martins é advogada
Conceição Martins
14 de Julho de 2024
Jornalista e senador constituinte
Mauro Benevides
11 de Julho de 2024