UPAs de Fortaleza terão reforço de 170 leitos extras para Covid-19 até semana que vem, diz Sarto

Ao todo, serão 266 leitos nas seis UPAs administradas pela Prefeitura de Fortaleza

UPA ITAPERI
Legenda: UPAs de Fortaleza têm sido importante porta de entrada para triagem e atendimento de casos de Covid-19
Foto: Kid Junior

O prefeito Sarto Nogueira anunciou nesta terça-feira (16) que a expansão dos leitos de observação para a Covid-19 nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Fortaleza deve ser concluída até a próxima semana. Serão 170 novos leitos exclusivos para pacientes com o novo coronavírus, que, somados aos 96 atuais, farão as unidades chegarem a 266 leitos. 

Conforme o IntegraSUS, nesta terça, há 55 pacientes internados nas seis UPAs administradas pelo Município com Covid-19. A ocupação de leitos de UTI de administração pública em Fortaleza atualmente é 91,98%, enquanto enfermarias estão 75,14% ocupadas com pacientes Covid. 

"Temos acompanhado a situação epidemiológica de Fortaleza com muita responsabilidade, traçando ações para conter o avanço da pandemia e garantir assistência a nossa população nas UPAs e em outras unidades de saúde", pontuou o chefe do Executivo Municipal nas redes sociais. Na semana passada, o prefeito visitou a UPA do Edson Queiroz para acompanhar os procedimentos de ampliação.

O incremento vem diante de cenário de alta demanda de internações e subida de casos de Covid na Capital e em todo o Ceará. Segundo a plataforma IntegraSUS, até a manhã desta terça, a Capital contabiliza 108.311 confirmações da doença. 

Desses, 54,9% ocorreram na primeira onda - ou seja, no decorrer de cerca de 7 meses. Outros 45,1% foram de infecções confirmadas nos últimos períodos, em menos de 5 meses.

Outras ampliações

Nesta terça-feira, mais uma ampliação de leitos na Capital foi anunciada. O Hospital Estadual Leonardo da Vinci (HELV), em Fortaleza, abriu mais 32 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), segundo anunciou o governador Camilo Santana em post nas redes sociais. A unidade agora chega a 132 leitos para pacientes com Covid.

Segundo o prefeito Sarto pontuou na semana passada, durante visita à ampliação de leitos nas UPAs, há esforço para ampliar a capacidade de atendimento no Instituto Dr. José Frota (IJF) e no Hospital da Mulher, a depender da circulação viral na Cidade e da demanda assistencial.

"Fortaleza está trabalhando para oferecer à sua população a quantidade necessária de leitos para enfermaria e para UTI", garantiu Sarto Nogueira.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza