UniAteneu investe em técnicas comportamentais no acompanhamento dos estágios em Saúde

Um dos diferenciais da UniAteneu é formar profissionais com foco em aspectos comportamentais que fazem a diferença no processo de aprendizado dos alunos quando estes ingressam no campo de estágio em carreiras relacionadas à Saúde

Legenda: Alunos têm a oportunidade de vivenciar na prática o que aprendem na teoria em sala de aula.
Foto: Divulgação

Iniciar um curso de ensino superior e vivenciar na prática o que aprenderam é o sonho de muitos jovens que projetam um futuro digno na carreira profissional que escolheram seguir. E esse processo passa pela experiência do estágio nas diversas áreas de atuação. Pensando na formação de excelência dos alunos, o Centro Universitário Ateneu tem como um de seus diferenciais a viabilização de diversas oportunidades de estágio para alunos de cursos de graduação na área da Saúde, que se destacam por conceder ao aluno uma formação prévia antes de iniciar as práticas de campo, acompanhamento rigoroso in loco, avaliação qualificada, professores e preceptores com experiência de campo e auxílio para a elaboração dos relatórios.  

Para que os alunos tenham um leque de opções de locais de estágio na área da Saúde, o Núcleo de Apoio à Carreira (NAC) atua para formalizar os chamados acordos de cooperação técnica com empresas privadas, instituições públicas e organizações da sociedade civil (OSCs), que acontece após uma pesquisa com professores e alunos, além de uma análise de mercado para identificar os melhores campos, aqueles com mais capacidade técnica e estrutural para a realização das práticas. Nesse aspecto, firmar convênio para estágio é o primeiro passo e a manutenção da parceria é que faz a diferença para os alunos, graças ao trabalho desenvolvido pelo NAC.  

Para a formalização do convênio, sempre são considerados o interesse do campo/empresa, a sua capacidade técnica e estrutural, além do aspecto qualitativo. Alguns desses campos já são bem referenciados pelo próprio corpo docente ou mesmo pelos alunos da UniAteneu. Outras questões relevantes que são levadas em consideração é a avaliação real da proposta, o interesse do campo/empresa e o que busca ao receber os alunos como estagiários. A resposta é determinante para a formalização do contrato, o que demonstra um cuidado já na escolha dos espaços de atuação para estágio dos alunos de cursos da área da saúde.  

Formação dos alunos antes de ingressar no estágio  

 Parte da carga horária prática do estágio é dedicada à formação prévia dos alunos, onde eles são preparados para a vivência e a convivência no campo. O conteúdo abrange as teorias específicas de cada curso, bem como aspectos comportamentais: pontualidade, ética, educação, responsabilidade, comprometimento, uso do celular, discrição, relacionamento interpessoal, apresentação pessoal etc. “Sabemos como esses aspectos são importantes na prática. O profissional de excelência se destaca não somente por seus conhecimentos técnicos, mas também por seu comportamento diante de algumas situações. Acreditamos nessa excelência, pois sabemos que o estágio abre portas para grandes oportunidades”, afirmou Andreza Albuquerque, gerente no NAC da UniAteneu.  

Acompanhamento dos alunos no campo de estágio  

Legenda: Para os cursos da Saúde, os alunos contam com o apoio de preceptores que acompanham as atividades, garantindo assim uma formação prática mais qualificada.
Foto: Divulgação

O Núcleo de Apoio à Carreira, em parceria com os professores líderes de estágio e a Coordenação Geral dos Estágios em Saúde da UniAteneu, conduz um processo de avaliação estruturado, de maneira que todos os envolvidos na prática possam ser avaliados. Ao concluir o estágio, o aluno responde uma avaliação com o objetivo de mensurar questões relacionadas ao campo, ao preceptor/supervisor do estágio, à proposta de aprendizado e ainda faz uma autoavaliação sobre o seu desempenho. Os pontos avaliados nos campos/empresas são o acolhimento, a carga horária, a estrutura física, a oportunidade de desenvolvimento e as expectativas atendidas. Já os pontos avaliados nos preceptores/supervisores são a pontualidade, a assiduidade, o domínio de conteúdo, a clareza e a objetividade na explanação do conteúdo, a vinculação da teoria com a prática entre outros.  

Percepção dos alunos no campo de estágio  

“Nós temos na UniAteneu excelentes preceptores de estágio. Particularmente onde atuo, no Hospital de Messejana, tem sido uma experiência muito rica porque nós atendemos tanto em enfermarias quanto em unidades de terapia intensiva (UTI). Então, colocamos em prática tudo aquilo que nós vimos durante a graduação. O Centro Universitário Ateneu tem excelentes professores, conta com muitos recursos e tudo que vivenciamos nas aulas práticas nós estamos colocando em ação durante o estágio hospitalar. Temos aprendido bastante e, com certeza, sairemos preparados para o mercado de trabalho”, relatou a aluna Darci Cruz, concludente do Curso de Fisioterapia da UniAteneu.  

Larissa Souza, aluna do Curso de Enfermagem da UniAteneu, conta que iniciou os estágios quando estava no 5º semestre, época em que estudava entre outras disciplinas, a de “Saúde Coletiva”. “No estágio, pude fazer a retirada de pontos, curativos, entre outros atendimentos da competência do enfermeiro. O estágio foi muito proveitoso, pois tivemos os primeiros contatos com a prática. O estágio é o primeiro contato com a prática e ajuda a possibilitar o desenvolvimento e integrar a teoria com a prática, é o meio pelo qual o aluno pode observar e intervir no cotidiano do enfermeiro, reforçando assim as suas potencialidades”, afirmou a concludente Larissa Souza, que fez estágio na Associação Beneficente Médica Pajuçara (Abep) e nas unidades de atenção primária à saúde (Uaps) Pompeu Vasconcelos e na Uaps Manoel Carlos Gouveia.  

Experiência do Núcleo Integrado de Saúde Anjos do Céu (Nisa)  

Legenda: O Núcleo Integrado de Saúde Anjos do Céu proporciona aos alunos experiências práticas na área da Educação Física, Nutrição, Enfermagem, Fisioterapia e Psicologia.
Foto: Divulgação

Um dos parceiros da UniAteneu na área de estágio em saúde é o Núcleo Integrado de Saúde Anjos do Céu (Nisa), que funciona no bairro Ancuri em Fortaleza (CE). O Nisa tem o objetivo de promover e prevenir agravos na saúde pública, tendo como uma das maneiras a implantação de práticas integrativas, que conta com a colaboração de alunos da UniAteneu que fazem cursos no campo da Saúde. “Graças à parceria com o Centro Universitário Ateneu, proporcionamos além do atendimento à comunidade com a devida qualidade de forma humanizada e ética, a pesquisa dos alunos que fazem estágio no Nisa, pois eles usam a experiência do núcleo como campo de pesquisa para gerar os estudos de caso e até mesmo a produção de artigos científicos para futuras publicações”, explicou Rafael Braga, coordenador do Nisa, que recebe alunos dos cursos de Educação Física, Nutrição, Enfermagem, Fisioterapia e Psicologia da UniAteneu.   

Preceptoria no campo de estágio   

Para acompanhar os estágios, os alunos dos cursos da Saúde contam com um preceptor para cada área, que são profissionais com expertise na área de atuação do estágio, experiência prática e inserção na rede assistencial. O preceptor, além de direcionar as atividades e inserir os alunos no cotidiano da prática profissional, também dá suporte pedagógico em relação aos conteúdos e habilidades a serem estudadas e apreendidas pelos alunos, sendo o principal elo entre o ensino e o serviço.  

“O principal pré-requisito para atuar como preceptor é ter experiência profissional na área de concentração do estágio. Mas ter somente a experiência técnica não basta. O preceptor exerce um papel de liderança com o grupo de alunos. Sendo assim, é imprescindível ter boa comunicação, saber trabalhar em equipe, ter criatividade, empatia e boa relação interprofissional, habilidades também exploradas com os alunos, uma vez que é nos estágios que eles estão imersos no mundo profissional”, disse a profª. Drª. Geisy Lanne Muniz Luna, coordenadora geral de Estágios e Clínicas da UniAteneu.  

Diretrizes legais da prática do estágio  

Legenda: Os alunos podem fazer estágio em empresas privadas, instituições públicas e OSCs que oferecem boas condições de vivências práticas, além de um acompanhamento qualificado.
Foto: Divulgação

Para a profª. Drª. Andrea Benevides, coordenadora de Planejamento e Ensino da UniAteneu, a realização do estágio supervisionado por parte aluno é importante em função da sua obrigatoriedade nos cursos superiores, a fim de que uma formação profissional de qualidade seja produzida e proporcionada. Diante disto, a UniAteneu busca através das atividades de estágio formar graduandos mais sensíveis à realidade do mercado de trabalho, ambiente propício para vivenciar as práticas de maneira que consiga melhor compreender a dinâmica e o valor social da profissão.  

“Entendemos o estágio como uma dimensão prática do conhecimento, como um componente curricular fundamental para a reflexão da intervenção no momento em que se exercita a própria atividade profissional. É um momento primordial na formação do acadêmico, promovendo o estreitamento da realidade entre a teoria e a prática e favorecendo reflexões críticas. É um componente curricular obrigatório em que o acadêmico é supervisionado por docentes da UniAteneu e profissionais habilitados das instituições e empresas parceiras”, contextualizou a coordenadora.  

Os estágios supervisionados de cada curso são regidos pela Lei nº 11.788, pelas diretrizes curriculares de cada curso, além de resoluções do Conselho Nacional de Educação. O estágio obrigatório é aquele definido como tal no projeto do curso, cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma. A manutenção de estagiários em desconformidade com a Lei nº 11.788 caracteriza vínculo de emprego do educando com a parte concedente do estágio para todos os fins da legislação trabalhista e previdenciária.  

Desta forma, os estágios supervisionados dos cursos na área da Saúde do Centro Universitário Ateneu buscam contribuir para a formação de profissionais com visão generalista fundamentada em conhecimentos técnicos e científicos que realiza uma atividade reflexiva e atua de uma forma crítica, respeitando princípios éticos e morais, e que apresenta a disposição e capacidade para continuamente desenvolver e melhorar a eficácia do seu trabalho, perseguindo a dignidade  

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza