Sobral é a cidade com maior prevalência de Covid-19 no Brasil; Fortaleza é a 2ª entre as Capitais

As cidades fizeram parte de um estudo do Centro de Pesquisas Epidemiológicas da Universidade Federal de Pelotas, financiado pelo Ministério da Saúde

Escrito por Redação,

Metro
Sobral tem 26,4% da população que já teve contato com o Sars-CoV-2.
Legenda: Sobral tem 26,4% da população que já teve contato com o Sars-CoV-2.

Sobral é a cidade brasileira com a maior prevalência de infecção por Covid-19. Isso significa que, entre a população total do município, 26,4% têm anticorpos para o novo coronavírus, ou seja, já tiveram contato com o Sars-CoV-2. Fortaleza, por sua vez, é a segunda capital do País com maior prevalência, chegando a 20,2% – atrás apenas de Boa Vista, com 22,6%.

Os dados foram obtidos através do estudo EPICOVID19-BR, coordenado pelo Centro de Pesquisas Epidemiológicas da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), e financiado pelo Ministério da Saúde (MS). A pesquisa mapeia a epidemiologia do coronavírus no Brasil e foi realizada em três fases: a primeira, entre os dias 14 e 21 de maio; a segunda, feita entre os dias 4 e 7 de junho; e a terceira fase, que ocorreu entre os dias 21 e 24 de junho.

O estudo abrangeu 133 cidades, e, ao todo, 89.397 pessoas foram entrevistadas e testadas. A coleta de dados foi atribuída ao IBOPE Inteligência.

Os resultados do trabalho foram apresentados na noite deste quinta-feira (2), durante uma coletiva do Ministério da Saúde. Na ocasião, estiveram presentes o secretário-executivo do MS, Elcio Franco, e o professor reitor da UFPel, Pedro Hallal.

Seis municípios cearenses foram incluídos no levantamento: Sobral, Fortaleza, Quixadá, Juazeiro do Norte, Crateús e Iguatu, e o percentual da população com anticorpos em cada um, respectivamente, foi de 26,4%, 20,2%, 8,9%, 7%, 4,7& e 2,3%. 

Para realizar a pesquisa, foram aplicados de testes rápidos, feitos com punção digital e com resultado disponível em 15 minutos. A sensibilidade do teste, segundo o professor reitor da UFPel, é de 85%, e a especificidade é superior a 99,9%.

 

 

Assuntos Relacionados