É de grupo prioritário no Ceará e não foi vacinado ainda contra a Covid? Saiba como ser imunizado

Com o avanço da Campanha de Vacinação no Estado, o processo de imunização entre os grupos prioritários sofreu alterações

vacina
Legenda: O cadastro no sistema Saúde Digital é necessário a todos para o recebimento dos imunizantes.
Foto: José Leomar

Com o início da imunização contra a Covid-19 por faixa etária em Fortaleza, no último dia 6, e com o avanço desse processo nos demais municípios do Ceará, saiba como a Campanha de Vacinação vai ocorrer entre as pessoas dos grupos prioritários que ainda não receberam o imunizante ou por terem perdido a data da vacina ou por não terem constado nas listas prioritárias devido ao cadastramento tardio no sistema Saúde Digital.

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) informa que compete a cada município as decisões sobre o processo de agendamento para acesso aos imunizantes.

VACINÔMETRO NO CEARÁ | COVID-19

Grupo 1 e Grupo 2

  • População indígena aldeada;
  • idosos a partir de 60 anos institucionalizados;
  • trabalhadores de saúde;
  • pessoas com deficiência institucionalizadas;
  • povos e comunidades tradicionais quilombolas; 
  • idosos a partir de 60 anos.

De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Fortaleza, a população acima de 60 anos, que ainda não recebeu as doses da vacina contra a Sars-Cov-2, deve procurar algum local de vacinação portando documento de identificação com foto, comprovante de endereço e comprovante de cadastro no sistema Saúde Digital, etapa necessária para receber a imunização. As demais pessoas devem aguardar um novo agendamento por faixa etária.

Já o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Ceará (Cosems-CE) informa que, nos municípios que ainda não completaram a meta vacinal nesses grupos, as pessoas prioritárias podem se dirigir aos locais de imunização, com os documentos necessários, depois de realizado o cadastramento no Saúde Digital.

No entanto, caso os municípios já tenham finalizado as fases prioritárias, é necessário aguardar um posicionamento de cada Secretaria Municipal da Saúde, tendo em vista que as doses já foram distribuídas. “Para esse grupo prioritário que perdeu, ele será listado pelo município e enviado para a Sesa para avaliação e um novo envio das doses”, explica o Cosems.

Grupo 3

  • Gestantes e puérperas independentemente de condições pré-existentes;
  • pessoas com comorbidades e/ou deficiência permanente de 18 a 54 anos em ordem decrescente.

Segundo a Secretaria Municipal da Saúde de Fortaleza, as gestantes e puérperas, que ainda não obtiveram doses da vacina contra o coronavírus, devem aguardar novas divulgações sobre como se dará esse procedimento na capital atualmente. Já as pessoas com comorbidades e/ou deficiência permanente serão vacinadas agora pelo critério da faixa etária de acordo com as listas divulgadas pela SMS.

O Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Ceará detalha que as prioridades podem ir aos locais de imunização, nas cidades que ainda não completaram 100% o processo vacinal dos grupos, levando os documentos necessários após realização de cadastro no Saúde Digital.

Caso os municípios já tenham finalizado a vacinação das fases prioritárias, é necessário aguardar um posicionamento de cada Secretaria Municipal da Saúde, tendo em vista que as doses já foram distribuídas. “Para esse grupo prioritário que perdeu, ele será listado pelo município e enviado para a Sesa para avaliação e um novo envio das doses”, informa o Cosems.

Grupo 4

  • Trabalhadores da educação;
  • forças de segurança e salvamento;
  • forças armadas;
  • funcionários do sistema de privação de liberdade;
  • trabalhadores portuários e do transporte aéreo.

A Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza comunica que os grupos prioritários da fase 4 do Plano Nacional de Imunização deverão receber as vacinas, atualmente, de acordo com o método da faixa etária, devendo, assim, permanecerem atentos às listas anunciadas pela SMS.

Já o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Ceará segue as mesmas orientações dos grupos anteriores. As pessoas prioritárias podem se dirigir aos locais de imunização - nas localidades que ainda não finalizaram a meta vacinal -, com os documentos necessários, depois de realizado o cadastramento no Saúde Digital.

Entretanto, se os municípios já tiverem finalizado as fases prioritárias, é necessário aguardar um posicionamento de cada Secretaria Municipal da Saúde, tendo em vista que as doses já foram distribuídas.

Vacinação no Ceará

Até esta terça-feira (8), o Ceará aplicou 3.090.151 doses da vacina contra o coronavírus. Destas, 2.002.365 foram destinadas à primeira dose e 1.087.786 à segunda. Já Fortaleza imunizou 1.046.520 de pessoas, 686.459 com a D1 e 360.061 com a D2. Os dados são da ferramenta Vacinômetro, divulgada pela Sesa.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza