HGF e IJF recebem vacina contra Covid-19 após imunização no Hospital Leonardo da Vinci

Cinco profissionais foram vacinados em cada unidade

Legenda: A vacinação foi iniciada logo após a chegada dos lotes de CoronaVac ao Estado.
Foto: divulgação/Sesa

Profissionais do Instituto Doutor José Frota (IJF) e do Hospital Geral de Fortaleza (HGF) receberam doses da vacina contra a Covid-19 nesta segunda-feira (18). A imunização nas instituições ocorreu logo após os seis primeiros cearenses serem vacinados no Estado durante solenidade no Hospital Leonardo da Vinci. Foram vacinados cinco profissionais de cada unidade.

Os funcionários vacinados no IJF são a técnica de enfermagem Rosimeiry Amaral, 50 anos; Marza Zaranza, médica intensivista de 34 anos; o fisioterapeuta Cesário Rui Carlos Filho, de 36 anos; a enfermeira Ana Beatriz Batista e Silva, de 26 anos; e o zelador Francisco Edvaldo Gomes, de 27 anos.

ijf
Legenda: Vacinação no IJF aconteceu logo após solenidade no Hospital Leonardo da Vinci
Foto: Kid Junior

Após a rodada de vacinação, o prefeito José Sarto (PDT) elogiou a equipe de profissionais de saúde e frisou que a vacinação na Capital só demorará mais em razão das outras doses ainda não terem chegado.

"Se nós tivéssemos vacinas nesta primeira fase, em uma semana e meia a gente concluiria (a vacinação), pois temos 79 equipes capazes de vacinar 14 mil pessoas por dia. Tem 70 outras equipes que podem fazer a visita domiciliar, atendendo 2,1 mil residências", pontuou o gestor municipal, acrescentando que "em dez dias, 12 dias no máximo, a gente concluiria essa primeira fase".

Vacinação no Ceará

A primeira etapa da imunização contra a Covid-19 começou nesta segunda no Ceará. Ao todo, o Estado recebeu 218 mil doses de CoronaVac em voo que chegou no fim da tarde de hoje. Uma população de 40 mil pessoas em Fortaleza receberá a vacina, aplicada em duas doses; em todo o Estado, 109 mil pessoas serão contempladas.

Quem será vacinado no Ceará

Conforme dados dos planos nacional, estadual e municipal de vacinação, a imunização ocorrerá da seguinte forma:

Fase 1

1. Trabalhadores da saúde
Onde: nos locais de trabalho e agendamentos para centros de vacinação dos trabalhadores que não estão na linha de frente

2. Idosos a partir de 75 anos
Onde: na própria residência

3. Pessoas com 60 anos ou mais e deficientes acima de 18 anos institucionalizados;
Onde: in loco

4. População indígena aldeada em terras demarcadas
Onde: in loco

Fase 2 (ainda sem data)

Pessoas de 60 a 74 anos

Fase 3 (ainda sem data)

Pessoas com comorbidades que apresentam maior chance para agravamento da doença, tais como portadores de
doenças renais crônicas, cardiovasculares, dentre outras.

Fase 4 (ainda sem data)

1. Trabalhadores da Educação;
2. Forças de segurança e salvamento;
3. Funcionários do sistema prisional;
4. População privada de liberdade;
5. Pessoas com deficiência permanente severa;
6. Pessoas em situação de rua;
7. Transportadores rodoviários de carga;
8. Trabalhadores de transporte coletivo

 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza