Governo pedirá novamente à Anvisa exigência de teste de Covid para entrada de viajantes no Ceará

Camilo anunciou medidas restritivas para frear o avanço de casos e impedir entrada de nova cepa do coronavírus no Estado

aeroporto
Legenda: Setor aéreo continua sofrendo perdas por conta da pandemia
Foto: Helene Santos

Para tentar impedir a entrada da variante do novo coronavírus no Ceará, o governador Camilo Santana (PT) vai solicitar à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) o controle do fluxo e a testagem para Covid-19 dos passageiros que desembarcarem no Aeroporto de Fortaleza. 

“Não temos autonomia para isso, mas queremos exigir o exame negativo para garantir que as pessoas que chegam a Fortaleza não tragam esse vírus de outros locais de fora do Ceará", disse, em transmissão ao vivo, na noite desta terça-feira (2). 

Essa não é a primeira vez que o governador pede reforço ao Governo Federal. Em outubro último a solicitação foi negada

Camilo anunciou, também, que estabelecimentos comerciais que oferecem atividades econômicas não essenciais em Fortaleza só poderão funcionar até 20h pelos próximos 15 dias.

No Brasil, foi detectada a presença de novas variantes em amostras de pacientes de seis estados: Amazonas, Rio de Janeiro, São Paulo, Roraima, Pará e Sergipe. A  Secretaria da Saúde (Sesa) monitora casos suspeitos, mas ainda não há confirmação da presença da nova cepa no Estado. 

Nessa segunda-feira (1º), o Governo do Ceará já havia recomendado quarentena de 14 dias para as pessoas vindas dessas regiões ao Ceará. Também são consideradas como áreas de risco os países: Argentina, Canadá, Chile, Equador, Estados Unidos da América, Jamaica, México, Peru, Japão, Reino Unido, África do Sul e República Dominicana.

A solicitação à Anvisa soma-se a outras medidas para frear o aumento de casos no Estado, incluindo a extensão do estado de emergência em saúde pública pelos próximos seis meses e horários reduzidos do comércio não essencial a partir desta quarta-feira (3).
Assista ao anúncio do governador:

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza