Estudantes e servidores do IFCE realizam ato público contra a cultura do estupro

A ação acontece nesta sexta-feira (16) na Portaria do Aluno do Campus Fortaleza

Após o caso de tentativa de estupro registrado no Campus Fortaleza do Instituto Federal de educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) na tarde da última segunda-feira (12), estudantes e servidores do Instituto realizam, nesta sexta-feira (16), um ato público contra a cultura do estupro. A ação começa às 16h, na Portaria do Aluno do mesmo campus, localizado na Av. 13 de Maio, 2081, Benfica.

O movimento estudantil do IFCE criou a iniciativa e teve ajuda do Sindicato dos Servidores do Instituto (SindsIFCE) para a realização e a divulgação do ato público. A partir das 16h, haverá um debate sobre o tema com estudantes, pais e professores. Após a discussão, a Avenida 13 de Maio será fechada, por duas vezes, durante 11 minutos, em referência ao fato de que, segundo estatísticas, a cada 11 minutos uma mulher sofre violência no Brasil. Haverá faixas e cartazes com dizeres "Contra a Cultura do Estupro", além de panfletos com uma nota de conscientização.

Assim que foi noticiado o caso, o SindsIFCE publicou nota de solidariedade à vítima, de cobrança de apuração rápida para o caso e de providências quanto à segurança no campus. O sindicato também pede mais atividades de conscientização contra o machismo, a cultura do estupro e o assédio moral e sexual nas dependências do IFCE.


Redação 07 de Julho de 2020