Confira quais cidades do Ceará já decretaram lockdown

Medida é recomendada pelo Governo para diminuir a transmissão da Covid-19 e possibilitar que sistema de saúde dê conta da demanda de infectados

Só atividades essenciais devem funcionar no Ceará a partir de sábado (13)
Legenda: Só atividades essenciais devem funcionar no Ceará a partir de sábado (13)
Foto: Fabiane de Paula

Mesmo antes da recomendação do Governo do Estado, alguns municípios cearenses já haviam endurecido regras de circulação para conter a segunda onda da pandemia de Covid-19. Após a recomendação, que acompanhou o anúncio do segundo lockdown em Fortaleza, outras cidades se mobilizaram para também diminuir a transmissão do coronavírus, com medidas mais severas.

Nesta quinta-feira (4), dez municípios do Sertão Central do Ceará (Quixadá, Quixeramobim, Banabuiú, Pedra Branca, Ibicuitinga, Choró, Ibaretama, Milhã, Solonópole e Senador Pompeu) chegaram a decretar lockdown, mas a decisão foi revista depois e as cidades não adotaram medidas de isolamento social rígido.

Saiba quais são os municípios com regras rígidas

Santa Quitéria

Pouco antes de decretar lockdown, antes da recomendação do Governo, Santa Quitéria viu o número de casos confirmados de Covid-19 dobrar em relação ao início do ano. “Chegamos a 72 casos em um único dia. Para uma cidade do nosso porte, é um número muito alto”, justificou o secretário municipal da Saúde, Adeilton Mendonça. O aumento da transmissão da doença pressionou a rede de assistência hospitalar e forçou o município a começar a transferir pacientes graves para Sobral.

Meruoca

Jesilene Duarte, secretária da Saúde de Meruoca, classifica o cenário da pandemia na cidade como “assustador”. De acordo com ela, a segunda onda tem sido mais agressiva e mais letal, além de estar agravando em pacientes de todas as faixas etárias — não mais só idosos. O lockdown foi decretado, portanto, segundo a secretária, para tentar impedir o colapso total do sistema de saúde.

Palhano

Nos dois primeiros meses deste ano, o número de casos confirmados de Covid-19 em Palhano, a 262 quilômetros de Fortaleza, superou o total acumulado na cidade em 2020. Por não ter estrutura hospitalar adequada para atender pacientes mais graves — não há nem leitos de terapia intensiva (UTI) —, o município decretou lockdown e decidiu, inclusive, multar quem desobedecer às regras de circulação.  

Mombaça

Em Mombaça, dos 113 testes feitos para detectar a Covid-19 na última semana de fevereiro, 56% resultaram positivamente para a infecção. O aumento do contágio acendeu o alerta para as autoridades municipais, que viam a dinâmica do município seguir “normalmente”, com aglomerações registradas em bancos e comércios. Lá, 46 pessoas já morreram pela pandemia.

Pentecoste

Com 300 novos casos só neste ano, Pentecoste enfrenta uma transmissão acelerada da Covid-19. No endurecimento da circulação, o município decretou que somente podem funcionar serviços de entrega. Além disso, autorizou o deslocamento apenas para atividades essenciais ou em razão do exercício da advocacia em defesa da liberdade individual.

Catarina

Seguindo a tendência de endurecer as regras de circulação para conter a Covid-19, a Prefeitura de Catarina decreta lockdown a partir de sexta-feira (5), permitindo somente serviços essenciais como hospital, postos de saúde, laboratórios de análises clínicas e postos de combustível, além de delivery de farmácias e supermercados.

Itapipoca

O município cearense de Itapipoca, distante cerca de 130 quilômetros de Fortaleza, vai entrar em lockdown a partir deste sábado (6). Medida foi anunciada pelo prefeito Felipe Pinheiro na noite desta sexta-feira (5), em virtude do avanço da Covid-19.

 

Cada município decreta suas próprias regras de circulação, mas todos devem seguir a tendência de permitir somente o funcionamento de serviços essenciais.
Legenda: Cada município decreta suas próprias regras de circulação, mas todos devem seguir a tendência de permitir somente o funcionamento de serviços essenciais.
Foto: Kid Júnior

Região Metropolitana de Sobral e Região Norte

O aumento da ocupação de leitos de UTI levou 16 municípios da Região Metropolitana de Sobral e dois da Região Norte à decisão de decretar lockdown para dar fôlego ao sistema de saúde.

  • Forquilha
  • Alcântaras
  • Cariré
  • Coreaú
  • Graça
  • Groaíras
  • Mucambo
  • Meruoca
  • Moraújo
  • Pacujá 
  • Reriutaba
  • Pires Ferreira
  • Varjota
  • Santana do Acaraú
  • Massapê
  • Sobral
  • Uruoca
  • Moraújo

Serra da Ibiapaba

Na Serra da Ibiapaba, houve reunião virtual entre prefeitos para decidir sobre medidas mais rígidas para conter o aumentos de casos e óbitos por Covid-19. O anúncio coletivo deve ser feito apenas no domingo (7), e a tendência é de adoção de mais ações severas.

Região Metropolitana de Fortaleza

Epicentro da pandemia no Ceará, Fortaleza entra em lockdown na sexta-feira (5). A Capital é a mais afetada pela Covid-19 no Estado e apresenta, atualmente, cenário pior do que o enfrentado no pico da pandemia em maio de 2020. Outras cidades da Região Metropolitana ainda decidem se vão acompanhar o endurecimento das regras de isolamento. Até então, as que aderiram ao lockdown, são:

Pacatuba 

O município entrou em lockdown nesta sexta-feira (5).  A decisão foi anunciada pela Prefeitura do município por meio das redes sociais nessa quinta-feira (4).

 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza