Ceará investiga 30 casos suspeitos de coronavírus; não há pacientes confirmados com a doença

Até o momento, 78 pacientes tiveram a suspeita descartada de acordo com o boletim da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) divulgado neste sábado (14)

Legenda: Entre os dias 29 e 30, o incremento foi de 23 novos casos, apenas 6,41% a mais no intervalo entre um dia e outro.
Foto: Foto: Reprodução

O Ceará investiga 30 casos suspeitos do novo coronavírus conforme o boletim da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) divulgado neste sábado (14). Até o momento, 78 pacientes tiveram a suspeita descartada. O Estado tem 108 notificações entre casos em investigação e descartados. Não há pacientes confirmados com a doença.

O município de Fortaleza tem o maior número de casos sob análise, com 22 pacientes. Há também casos sendo investigados em  Aquiraz (1), Caucaia (2), Crato (2), Itapipoca (1) e Camocim (1). Os casos suspeitos em Juazeiro do Norte e Quixadá foram descartados.

Ainda conforme o boletim da Sesa, um novo caso foi notificado em Caucaia. Já a Capital, teve 6 casos descartados. Até sexta-feira (13), o Ceará apresentava 37 casos suspeitos de COVID-19. Com um total de 67 ocorrências desconsideradas.

Mesmo sem casos confirmados, a Secretaria Estadual da Saúde (Sesa)  está gerindo o Hospital Leonardo da Vinci, localizado no Centro de Fortaleza, que pertence a iniciativa privada, para dar suporte a eventuais confirmações de coronavírus no Ceará, conforme uma portaria publicada no Diário Oficial do Estado na última quinta-feira (12). Neste sábado (14), técnicos da Sesa e representantes do hospital vistoriaram a unidade. O equipamento tem 90 leitos instalados e o Governo deve garantir outros 130 leitos para internação. O Ceará não tem nenhum caso confirmado da doença. 

Além disso, vários órgãos adotaram medidas preventivas. A Universidade Federal do Ceará (UFC) informou nesta sexta a suspensão de todas as atividades que reúnam mais de 100 pessoas. Também ficou orientado que eventos presenciais sejam substituídos por ensino a distância, quando possível.

Já a religião mórmon, que tem mais de 80 templos no Ceará, informou que suspendeu todas os encontros presenciais até que a situação do coronavírus seja controlada.

Shoppings cancelam eventos por uma semana

Após recomendações do Governo Federal e demais órgãos de evitar eventos que reúnam muitas pessoas em um só espaço, dezesseis ações programadas pela rede de shopings Ancar Ivanhoé, em Fortaleza e Região Metropolitana, previstas para a proxima semana foram suspensas.
 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza