Camilo inaugura reservatório que deve melhorar segurança hídrica de Fortaleza e Região Metropolitana

Sistema Taquarão irá beneficiar cerca de 1,7 milhão de pessoas

Escrito por Redação,

Metro
Reservatório Taquarão
Legenda: As obras do reservatório Taquarão começaram em 2015 e têm recursos federais e estaduais
Foto: Divulgação/Governo do Estado

O abastecimento e a distribuição de água para Fortaleza e Região Metropolitana acaba de ganhar mais reforço hídrico. O governador Camilo Santana inaugurou, na manhã desta sexta-feira (31), o sistema Taquarão.

Localizado na serra da Taquara, em Caucaia, a obra serviço amplia a continuidade de oferta de água pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece).

A estimativa do governo é atender mais de 1,7 milhão de pessoas de Fortaleza, Caucaia, Maracanaú e Maranguape.

Inauguramos agora, neste último dia de 2021, o sistema adutor e de reservação Taquarão, em Caucaia. O equipamento aumenta em 50% a capacidade de reservação de água de todo o macrossistema da Região Metropolitana de Fortaleza, beneficiando 1,7 milhão de habitantes
Camilo Santana
Governador do Ceará

Capacidade de reservatório e adutoras

O sistema Taquarão é constituído de elevatórias com duas bombas de 3.000 cv de potência que visam garantir mais eficiência na operação. Possui, ainda, uma linha de recalque e um reservatório com capacidade para armazenar 40.000 m³ de água.

Além disso, conta com uma linha de descida para a Estação de Tratamento de Água Oeste (ETA Oeste).

A obra do Taquarão contou com investimento de aproximadamente R$185 milhões.

Veja:



Em novembro deste ano, a Cagece realizou a operação assistida do sistema adutor e de reservação Taquarão. O trabalhou avaliou a integração e testagem das bombas, equipamentos hidráulicos, elétricos e de automação.

Projeto Malha D`Água será iniciado em 2022

Em coletiva de imprensa, o governador Camilo Santana revelou que o Projeto Malha D`Água deve ser iniciado em janeiro de 2022. Inicialmente, obra visa garantir recursos hídricos para abastecimento de regiões do Sertão Central. 

"Já foi concluída a licitação, o banco ibero-americano já deu a não objeção para o início das obras. As obras já serão agora em janeiro. Serão um piloto, modelo para que ser possa replicado no futuro em todas as regiões que precisam de água. É uma vergonha para todos nós ainda ter regiões abastecidos com carro-pipa em época de seca", disse Camilo Santana.

O investimento na obra é orçado em mais de R$700 milhões. O governador citou as cidades de Pedra Brança, Mombaça e Mombaça como algumas receber  o projeto  Malha D`Água inicialmente.

Como funciona o projeto Malha D'Água?

O Projeto Malha D’água fará um cruzamento da malha de adutoras planejadas com as rotas dos carros pipa, buscando otimizar o traçado, considerando o dimensionamento dos sistemas, quando viável, a população rural mapeada, disponibilizando água em pontos de abastecimento e planejando pequenos sistemas adutores para atender as maiores concentrações populacionais.

Desta maneira, o programa Malha D’água trará uma redução, substancial, das rotas dos carros pipa, influenciando também a qualidade da água para atendimento rural difuso.

Quando completo, o projeto Malha D’água será formado por 34 sistemas adutores planejados, com 4.306 km de linhas adutoras principais e 305 Estações de Bombeamento. Ao todo, 178 municípios serão beneficiados, atendendo uma população de 6.297.383 cearenses.