Cadela com bilhete de socorro é resgatada em Aquiraz: 'me ajude, não deixem eu morrer'

Agentes da Guarda Municipal encontram o animal visivelmente magro e amarrado a uma árvore em uma calçada da cidade

Cadela com bilhete de socorro é resgatada em Aquiraz: 'me ajude, não deixem eu morrer'
Legenda: A mensagem foi supostamente escrita pelo antigo tutor do bichinho
Foto: reprodução

Uma cadela foi resgatada, nesta sexta-feira (22), por agentes da Guarda Municipal de Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza. O animal, que estava visivelmente desnutrido e amarrado a uma árvore em uma calçada, carregava um bilhete com o seguinte apelo: "Por favor, me ajude, não deixem eu morrer".

A mensagem foi supostamente escrita pelo antigo tutor do animal. Conforme a carta, o nome do bichinho é "Lesié" e ele foi abandonado porque o dono não conseguiu mais tomar conta dele. 

"Cuidem da minha amiga. Não tive condições para criar. Eu peço que não deixem ela morrer e cuidem dela bem. Deus vai agradecer por você está cuidando dela", diz o bilhete. 

bilhete deixado com cachorra abandonada pede socorro
Legenda: Segundo o autor do documento, o nome da cachorra é "Lesié"
Foto: arquivo pessoal

Os agentes de segurança encontraram a cachorra, por volta das 10h30, enquanto realizavam uma patrulha de rotina na Rua do Piau. Ao avistarem ela amarrada em uma palmeira, os guardas municipais Daniel, Borges e Ayres resolveram parar a viatura e verificar o animal. 

"A cadela se encontrava cheia de carrapato. Estava [sob] o sol quente e com uma orelha ferida. No momento, demos um pouco de água para ela. Tiramos um pouco dos carrapatos, mas não era o suficiente, então levamos ela até o veterinário", relatou à reportagem o guarda municipal Daniel. 

Cachorra resgatada por guardas municipais em Aquiraz
Legenda: Animal estava cheio de carrapatos e com uma orelha ferida quando foi encontrada
Foto: arquivo pessoal

Após o resgate, a cadela foi levada para uma unidade veterinária do município para receber atendimento. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dela. Segundo o agente, a corporação ainda aguarda o contato do estabelecimento para saber a condição em que bicho está. Ainda conforme o guarda municipal, ele e os companheiros estão se organizando para pagar o tratamento. 

O próximo passo, detalhou Daniel, é encontrar um novo lar para Lesié. "Estamos em busca de alguém para adotar a bichinha". 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza