Vojvoda monitora Fortaleza em jogo pelo Estadual; Léo Porto comanda equipe de forma interina

O comandante argentino acompanha a partida através de serviço de streaming e analisa o elenco

Juan Pablo Vojvoda em treino do Unión La Calera, do Chile
Legenda: Juan Pablo Vojvoda foi vice-campeão chileno com o Unión La Calera
Foto: divulgação / Unión La Calera

O técnico argentino Juan Pablo Vojvoda iniciou os trabalhos no Fortaleza, ainda de forma virtual. No primeiro estágio das atividades, o comandante segue montando dossiês do elenco e analisando jogos até a chegada na capital cearense, prevista para sexta-feira (7).

O processo oficial é iniciado nesta quarta (5), quando a equipe enfrenta o Pacajus pelo Campeonato Cearense. A partida ocorre às 15h30, no Ronaldão. E o comandante assiste através de um serviço de streaming.

A medida busca acelerar o processo de adaptação. O Diário do Nordeste apurou que Vojvoda realizou dossiê de 12 duelos durante a negociação, além de participar de mais de 10 reuniões para debater características do plantel e estrutura oferecida.

Léo Porto comanda treino do Fortaleza
Legenda: O auxiliar fixo Léo Porto fica no comando do Fortaleza até a chegada de Vojvoda
Foto: Leonardo Moreira / Fortaleza

A presença do auxiliar fixo Léo Porto será fundamental na implantação da metodologia da comissão técnica. Com domínio do idioma espanhol, o profissional coordenou o time nas últimas exibições e deve seguir até o clássico com o Ferroviário, no sábado (8).

Metodologia de Vojvoda

A expectativa é que o primeiro duelo com Vojvoda à beira do gramado seja contra o Crato, na próxima quarta (12), às 22h, no Raimundão, pelo Estadual. Antes da data, o argentino participa da preparação para os jogos com foco na incorporação da própria metodologia de atividade.

O treinador tem um cronograma de intensidade para o elenco em períodos de semana cheia. A sequência de datas tenta equilibrar exercícios táticos e físicos.

Simulação de organização dos treinos em semana cheia

  • Segunda | Descanso
  • Terça | Recuperação Ativa (parte tática)
  • Quarta | Intensidade intermediária (parte tática e física)
  • Quinta | Alta Intensidade (estudo do jogo)
  • Sexta | Pequena Intensidade (parte tática)

Vojvoda definiu objetivos internos para executar no Fortaleza em 2021. Dentre as metas estão: usar melhor as categorias de base e montar uma ideia de jogo que gere identidade ao clube.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte