Fortaleza quebra invencibilidade do Ceará e fecha 2ª fase do Estadual na liderança

Leão venceu o Vovô por 2 a 1 na 7ª e última rodada do Campeonato Cearense

Legenda: W. Paulista e Yuri César foram os autores dos gols tricolores
Foto: Leonardo Moreira/FortalezaEC

O Fortaleza venceu o Ceará por 2 a 1 na Arena Castelão sem torcida nesta quinta-feira (15) e assumiu a liderança ao fim da 2ª fase do Campeonato Cearense, com 18 pontos. Os gols foram marcados por Wellington Paulista e por Yuri César. O Leão do Pici quebrou a invencibilidade do Vovô, que durava 16 jogos em 2020.

>Ceni, Guto Ferreira, classificação, análises: veja todas as repercussões do Clássico-Rei

O jogo

A 1ª etapa começou positiva para o Vovô: em 13 minutos, 3 finalizações (todas fora do alvo) e muita pressão sobre a saída de bola tricolor. Bloco alto buscando interceptar as linhas de passes adversárias, como mostrado no jogo de estreia de Guto Ferreira diante do Barbalha.

Porém, a bola parada foi a "pedra no sapato" alvinegro na etapa inicial. Após erro de Quintero na finalização em escanteio, o Leão do Pici conseguiu abrir o placar aos 28 minutos. Juninho cobra escanteio pela esquerda e Wellington Paulista, em disputa pelo alto com Tiago Pagnussat, desvia levemente na bola, que cai no fundo das redes de Fernando Prass. 

O tento aumentou o ritmo do Ceará, que continuou o ímpeto ofensivo baseado no 4-2-3-1 em campo, com Lima, este bem apagado, pela esquerda e Felipe Silva pela direita. Vina e Sóbis, mais à frente, pouco participaram na 1ª etapa.

O Fortaleza de Ceni, como já esperado, se defende de forma compacta em um 4-4-2 que contou com o constante avanço do lateral Tinga pela direita, destaque da partida.

Aos 35 minutos, lance muito complicado para a arbitragem. Charles finalizou para o gol depois de rebote de Felipe Alves, mas o bandeira marcou impedimento do volante, que estava com o joelho um pouco à frente da linha. 

O Vovô manteve a pressão e, mesmo achando espaços na intermediária defensiva do Leão, não teve sucesso no passe final. Ao fim do 1º tempo, Tinga sentiu incômodo no púbis e precisou ser substituído.

Legenda: Ceará manteve pressão alta na etapa inicial
Foto: Felipe Santos/cearasc.com

O 2º tempo começou semelhante ao 1º, com muita intensidade do Vovô. Entretanto, novamente o Fortaleza aproveitou a bola parada para marcar outro tento. Em escanteio pela direita, a bola resvalou nas costas de David e sobrou na entrada da área para Yuri César, que chutou com força contra as redes do Ceará, aos 6 minutos.

O resultado deixou o Leão mais tranquilo na sua defesa, que esperava pelas melhores oportunidades para contra-atacar. Ceni tirou os autores dos gols e lançou ao campo Ederson e Orobó para manter o ritmo na frente.

Legenda: Yuri marcou seu 4º gol com a camisa tricolor em 4 jogos, o 1º como titular
Foto: Leonardo Moreira/FortalezaEC

Guto Ferreira tentou reagir e mandou Rick, Alyson, Leandro Carvalho e Bergson ao campo, mas sem sucesso ofensivo. Apenas nos minutos finais o Ceará conseguiu abrir seu marcador, aos 48 minutos. Rick cruzou de três dedos pela esquerda e achou Bergson desmarcado no centro da área. O camisa 30 cabeceou para o fundo das redes, mas já não havia tempo para garantir o empate.

O resultado deixa o Vovô com 14 pontos na tabela de classificação da 2ª fase e uma posição acima do Ferroviário, com a mesma pontuação, por causa do saldo de gols (7 contra 2 do time coral). As duas equipes se enfrentam na semifinal do Estadual, em jogo único, neste domingo (19), às 16h.

Já o líder Fortaleza descobre seu oponente na outra semifinal nesta quinta-feira (16): Guarany de Sobral ou Altético/CE, que disputam pela 4ª posição. O jogo ocorre no sábado (18), às 16h.

Ceará e Fortaleza, por terem feito as melhores campanhas na 2ª fase, jogam por um empate para avançarem à final do Campeonato.