"A gente está no início de trabalho, temos que melhorar bastante", diz Guto Ferreira após clássico

Treinador do Alvinegro destacou que há pontos positivos que deverão evoluir

guto
Legenda: Guto Ferreira, treinador do Ceará
Foto: Reprodução/YouTube

derrota por 2 a 1 no Clássico-Rei fez o Ceará perder a invencibilidade na temporada. Antes, eram 16 jogos, com oito vitórias e oito empates. Entretanto, esta foi somente a segunda partida de Guto Ferreira no comando do clube, e o treinador destacou que o trabalho está apenas começando e há muito o que se evoluir.

>Ceni, Guto Ferreira, classificação, gols, análises: veja todas as repercussões do Clássico-Rei

"Acho que o principal ponto foi não desistir. Acho que fizemos até um primeiro tempo mais agressivo, mas eles, na bola parada, acabaram decidindo a favor deles. A equipe que sai na frente cria uma moral maior. No segundo tempo, caímos um pouco, sofremos o segundo gol, e infelizmente não conseguimos o empate. A gente está no início de trabalho, temos que melhorar bastante, mas eu acho que no todo temos pontos positivos também", disse o comandante alvinegro.

O treinador do Vovô negou que a questão física tenha sido determinante para o resultado.

"Não vejo isso. A partida de segunda-feira não fez diferença em relação à partida de hoje. Eu não consigo enxergar. O que consigo enxergar é que a equipe do nosso rival é formada há mais tempo, mais postada, um pouco mais pronta em termos de equipe, em cima da sua rotina de jogo, e nós estamos amadurecendo nossa rotina de jogo. Então eles conseguem executar numa condição incisiva melhor. Mas acho que nós tivemos pontos de marcação importantes, onde conseguimos incomodar bastante".

Guto ressaltou o trabalho de continuidade de Rogério Ceni no Fortaleza como um aspecto favorável ao Tricolor.

"A gente tem que melhorar. Acho que encontramos uma equipe que está há mais tempo junto, e isso pode ter feito a diferença em termos de postura. Algumas posturas dentro de campo. Nossa equipe teve bastante disposição, vontade, mas só isso não é suficiente. Temos que melhorar posicionamentos, ser mais incisivos nos duelos de 1x1 e acertar a formação que se equilibre mais", destacou.

O Ceará volta a campo no domingo (19), para enfrentar o Ferroviário, pelas semifinais do Campeonato Cearense.