Trança boxeadora: conheça a tendência e saiba como fazer

Simples e bonito, penteado é cada vez mais solicitado nos salões, refletindo busca por praticidade

Mulher com o penteado trança boxeadora
Legenda: Conforme diretora do Centro de Estética PróAfro, em Fortaleza, a procura por tranças boxeadoras vem aumentando a cada mês desde o começo do ano
Foto: Divulgação

De Anitta a Selena Gomez, passando por Kim Kardashian e Marina Ruy Barbosa, diversas famosas já aderiram à tendência da trança boxeadora. Simples e bonito, o penteado saiu dos ringues e vem ganhando cada vez mais espaço nos salões de trancismo de todo o mundo, consolidando-se como sinônimo de estilo e versatilidade.

Antes evitadas por não possuírem a mesma durabilidade das tranças soltas, as tranças boxeadoras foram ficando populares à medida que a trança nagô também ganhou mais destaque. Hoje, reflete a busca por praticidade, uma vez ser caracterizada principalmente por duas tranças grandes em cada lateral da cabeça e com possibilidade de uso em todos os tipos de cabelo.

Diretora e idealizadora do Centro de Estética PróAfro – espaço criado para enaltecer a beleza negra, localizado no bairro Bonsucesso, em Fortaleza – Nathália Arruda situa que existe uma grande variedade de possibilidades no segmento da trança boxeadora.

Legenda: A cantora Anitta foi uma das famosas que já aderiram à tendência
Foto: Divulgação

A procura pelo serviço, conforme a especialista, vem aumentando a cada mês desde o começo do ano. No salão em que atua, o penteado pode ser feito a partir de R$30, variando de acordo com modelo, comprimento e material.

“Se a pessoa for fazer sozinha, pode não gastar nada usando apenas o seu cabelo; porém, se quiser mais longo, com cores de detalhes mais elaborados, os valores dos materiais variam de R$30 a R$40 no mercado”, compara.

Passo a passo

Para quem preferir fazer a trança boxeadora por si só, Nathália Arruda recomenda desembaraçar bem os fios e tirar a definição deles. Depois, sentar-se em frente a um espelho, separar o cabelo ao meio de ponta a ponta e, então, começar a fazer o processo, como uma trança embutida para trás. 

Legenda: Estilo tradicional de trança boxeadora
Foto: Divulgação

Caso você não saiba fazer uma trança embutida ou trança nagô, pode usar um método mais simples: divida seu cabelo em duas partes e, em seguida, faça pequenas repartições na vertical em cada lado até a nuca, amarrando-as na sequência. Dessa forma, será preciso apenas unir todas as tranças em uma trança mais simples. 
 
Por sua vez, para tirar as tranças boxeadoras, Nathália comenta: “Ela é uma trança simples, então para retirá-la também é muito simples. Basta tirar os elásticos das pontas e destrançar”, explica.

“Como a durabilidade é entre uma semana e 15 dias, após a retirada é preciso hidratar e umectar os fios para repor as vitaminas do cabelo”.
Nathália Arruda
Diretora e idealizadora do Centro de Estética PróAfro

Modelos de tranças boxeadoras

São vários os modelos dessas tranças que vêm conquistando o público. Há as tranças secundárias, no estilo repartição desenhado ou com adição de cachos orgânicos.

Abaixo, você confere detalhes de cada uma:


Boxeadora tradicional

A mais comum, com apenas duas tranças principais. Versátil, pode ser utilizada em várias ocasiões – das mais informais até em momentos que pedem maior destaque.

Boxeadora com tranças secundárias 

Esse tipo de trança boxeadora forma um desenho na cabeça, ao passo que as duas tranças principais se configuram como as maiores.

Boxeadora com tranças nagô nas laterais

Esse modelo incrementa, junto às tranças boxeadoras, as tranças nagô, nas quais o cabelo é trançado bem junto ao couro cabeludo.

Boxeadora com adição de orgânico

Aqui, a trança boxeadora ganha o adicional do cabelo orgânico – composto por fios que imitam aqueles presentes no couro cabeludo humano.


Assuntos Relacionados