De memórias a afetos: imóveis que resistem à verticalização

Em bairros da capital cearense onde mais se cresce para cima, como Meireles e Aldeota, famílias ainda relutam em deixar para trás suas moradas. Movimento gera uma diversificação de uso nos territórios