Pelo menos 21 pessoas morrem em operação policial na Penha, Zona Norte do RJ

Segundo a PM, entre os mortos estão 11 suspeitos e uma moradora, vítima de bala perdida

Operação policial na Vila Cruzeiro na Penha
Legenda: Pelo menos 11 pessoas morreram durante um confronto na Vila Cruzeiro, na Zona Norte do Rio
Foto: Reprodução/TV Globo

Pelo menos 21 pessoas morreram em uma operação policial conjunta na Vila Cruzeiro, na Penha, na Zona Norte do Rio de Janeiro, na madrugada desta terça-feira (24). As informações são do G1

Segundo a Polícia Militar, 11 suspeitos foram mortos em confronto. Uma moradora também morreu, vítima de bala perdida. Um outro homem, ainda sem identificação, chegou morto ao hospital Getúlio Vargas, durante a tarde. 

O objetivo da operação era prender chefes do Comando Vermelho escondidos na Vila Cruzeiro. A polícia afirma que lideranças da facção em outras favelas do Rio e até de estados do Norte e do Nordeste também estão abrigados na Penha. 

Agentes do Batalhão de Operações Especiais (Bope), da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram atacados a tiros quando iniciavam uma “operação emergencial” na comunidade, conforme a PM. 

Tiros começaram às 4 horas

Moradores relataram que começaram a ouvir tiros às 4h da madrugada. Os confrontos se concentravam na parte alta da Vila Cruzeiro, perto de uma área de mata.

A moradora morta, Gabrielle Ferreira da Cunha, de 41 anos, foi atingida quando estava na Rua Dionísio, na Chatuba, na parte baixa do complexo.

Por causa da operação, 11 escolas da região estão fechadas. A Secretaria Municipal de Educação informou que prestaria atendimento de forma remota.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil