Nova variante do coronavírus com 18 mutações é identificada em Belo Horizonte

Dois genomas de Sars-CoV-2, de um total de 85 sequenciados, identificaram a presença das mutações

Variante coronavírus
Legenda: Os genomas foram identificados nas amostras coletadas nos dias 27 e 28 de fevereiro de 2021
Foto: NIAID

Uma nova variante do coronavírus, com pelo menos 18 mutações, foi identificada em Belo Horizonte e Região Metropolitana de Minas Gerais. As informações são do portal G1. 

Dois genomas de  Sars-CoV-2, de um total de 85 sequenciados entre 28 de outubro de 2020 e 15 de março de 2021, identificaram a presença das mutações nunca vistas até então. 

Os genomas foram identificados nas amostras coletadas nos dias 27 e 28 de fevereiro de 2021. E não há evidências de ligação entre elas, como parentesco ou região residencial dos contaminados.

A descoberta foi do Laboratório de Biologia Integrativa do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e do Setor de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Pardini, em colaboração com o Laboratório de Virologia Molecular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a Prefeitura de Belo Horizonte.

Estudos genéticos mostraram que os dois novos genomas são provavelmente oriundos da antiga linhagem B.1.1.28, circulante na primeira fase da pandemia na capital mineira, e apresentam mutações em diversas partes.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil