Suspeito de participação no assassinato de PM é preso na Praia do Futuro

Com o homem de 18 anos, a polícia aprendeu cinco celulares e dois veículos usados na ação criminosa

morte pm papicu
Legenda: Agentes apreenderam carro que deu suporte ao crime
Foto: Divulgação/PM

Horas após o assassinato do policial militar Diego Oliveira Martins, 35, as forças de segurança do Ceará prenderam um homem de 18 anos suspeito de envolvimento no crime. A captura ocorreu ainda nessa sexta-feira (7) no bairro Praia do Futuro.

Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), cinco aparelhos celulares e dois veículos usados na ação criminosa foram apreendidos com o suspeito, cuja identidade não foi revelada.

"As Polícias Civil do Estado do Ceará (PCCE) e Militar do Ceará (PMCE) seguem em diligências ininterruptas. Mais detalhes serão repassados em momento oportuno, para não atrapalhar as investigações", informou a Pasta.

policial do Cotar morto a tiros
Legenda: Diego Oliveira, 35, era do Comando Tático Rural (Cotar)
Foto: Arquivo pessoal

Homicídio

Policial do Comando Tático Rural (Cotar) e estudante universitário, Diego foi morto a tiros na tarde dessa sexta-feira (7) enquanto fazia um estágio em uma construção no bairro Papicu.

A PM detalhou que, pelo menos, três suspeitos chegaram ao local perguntando quem seria o responsável pelo serviço. Logo após, eles viram o policial militar e efetuaram os disparos contra ele. O trio fugiu em seguida.

A vítima chegou a ser levada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Praia do Futuro, e antes mesmo de ser tranferida ao ao Instituto Doutor José Frota (IJF), faleceu no equipamento.

Em nota de pesar, a SSPDS destacou que Diego ingressou na PM no dia 14 de abril de 2015 e, desde então, "desempenhou seu trabalho com hombridade em prol da segurança do povo cearense". 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança