Polícia Civil prende dupla suspeita de integrar grupo especializado em roubo de carga em Fortaleza

Uma pistola, um carro, um caminhão e parte de uma carga contendo produtos alimentícios foram recuperados pela polícia

Legenda: Carga apreendida pela polícia com dupla em Fortaleza.
Foto: SSPDS/Divulgação

A Polícia Civil prendeu, na tarde desta segunda-feira (30), dois homens apontados como integrantes de um grupo especializado em roubo de carga em Fortaleza e Região Metropolitana no bairro Parangaba. Durante a ação, uma pistola, um carro, um caminhão e parte de uma carga contendo produtos alimentícios foram recuperados pela polícia.

Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), José Wesley Rodrigues da Silva, 26 anos, já possuía antecedentes criminais por porte ilegal de arma de fogo e receptação, e Antônio Juvandise Rodrigues de Lemos, 46 anos, respondia por receptação e furto de carga. Segundo a polícia, a dupla é apontada como responsável pelos roubos de carga ocorridos no dia 9 e 27 de novembro deste ano, ambos na rodovia federal BR-116, em Fortaleza.

Ele confessou aos policiais que participou do roubo de uma carga e apontou o local onde uma parte dos produtos  estavam e o caminhão que foi abandonado.

Após receber informações sobre as características do veículo utilizado nas duas ações criminosas, a polícia localizou o carro no bairro Parangaba com Wesley Rodrigues, que foi encontrado com uma pistola no momento da abordagem. O suspeito confessou aos policiais que participou do roubo de uma carga e apontou o local onde uma parte dos produtos  estavam e o caminhão que foi abandonado.

Os agentes também fizeram buscas no bairro Mondubim, onde encontraram um ponto comercial que era utilizado para a venda dos produtos roubados. Juvandise Rodrigues, que é proprietário do comércio, foi encontrado com uma grande quantidade dos produtos alimentícios roubados. 

Todo o material e os homens foram conduzidos à Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC). Na delegacia, os homens foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma de fogo, organização criminosa e receptação. A PCCE continua em diligências com objetivo de capturar outros partícipes dessa ação criminosa.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança