São Benedito tem maior chuva do Ceará nas últimas 24 horas

Previsão da Funceme é de tempo nublado e com chuvas em todas as regiões do Ceará

Balanço da Fundação Cearense de Metereologia e Recursos Hídricos (Funceme), divulgado na manhã desta terça-feira (2), apontou que entre o início de segunda-feira (1º) e 7h desta terça-feira (2), o município de São Benedito, na Região da Ibiapaba, registrou os maiores números de chuva no Ceará. De acordo com o boletim das 8h40, foram 104,8 mm.

No período, choveu em pelo menos 90 municípios do Ceará.

A previsão da Funceme é de mais chuvas em todas as regiões do Estado. O cenário se dá pela atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que se encontra próximo à costa. Além disso, observa-se. entre os estados de Piauí, Pernambuco e Bahia, a presença de um Cavado de Altos Níveis (CAN). Esses sistemas estão contribuindo para a ocorrência de precipitações em todo o Ceará.

10 maiores chuvas por posto no dia:
(125 postos com chuva de 131 informados)

  1. São Benedito (Posto: Sitio Chapadinha) : 104.8 mm
  2. São Gonçalo Do Amarante (Posto: Sao Goncalo Do Amarante) : 78.0 mm
  3. Ibiapina (Posto: Ibiapina) : 77.0 mm
  4. Itaitinga (Posto: Itaitinga) : 73.0 mm
  5. Itaitinga (Posto: Seman) : 71.0 mm
  6. Groaíras (Posto: Capim 1) : 64.0 mm
  7. Nova Russas (Posto: Nova Russas) : 61.5 mm
  8. São Benedito (Posto: Sao Benedito) : 60.2 mm
  9. São Gonçalo Do Amarante (Posto: Sede) : 54.0 mm
  10. Aratuba (Posto: Camarão) : 48.0 mm

Previsão para os próximos dias

O Ceará terá céu nublado com chuvas em todas as regiões nos próximos dois dias, de acordo com a previsão da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). A Funceme explica que, na manhã desta terça-feira (2), há poucas nuvens sobre o Ceará. 
Apesar das poucas nuvens, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) que ajuda para a ocorrência de chuvas em todo o Estado está próximo ao norte do Nordeste. Assim também observa-se entre os estados de Piauí, Pernambuco e Bahia, a presença de um Cavado de Altos Níveis (CAN). Esses sistemas contribuem para a ocorrência de precipitações no Ceará.

A Zona de Convergência Intertropical é um aglomerado de nuvens que circunda a faixa equatorial do globo terrestre, formada principalmente pela confluência dos ventos alísios do hemisfério norte com os ventos alísios do hemisfério sul. 

Fortes ventos não vão atingir o Ceará

Os modelos de previsão numérica indicam, para o início da tarde desta quarta-feira (3) uma circulação em torno de uma baixa pressão atmosférica (não intensa) na área de convergência dos ventos alísios, ou seja, onde encontra-se a ZCIT.

De acordo com o meteorologista da Funceme, Raul Fritz, que essa pequena baixa pressão, que não caracteriza-se como um ciclone tropical, deve durar pouco tempo e não atingir o continente , incluindo a porção do Nordeste brasileiro.

Fritz salienta ainda que a força de Coriolis, devido à rotação do nosso planeta, é fraca em regiões próximas à linha do equador, ou seja, sem condições favoráveis para gerar grandes tempestades rotativas com centro de baixa pressão atmosférica mais intensa, tais como ocorrem com os ciclones tropicais.

 

Você tem interesse em receber mais conteúdo da região do Ceará?