Romaria de Juazeiro do Norte acontecerá virtualmente pela primeira vez na história

Com programação diária, evento acontece de 17 a 20 de julho, com transmissão pela TV Web Mãe das Dores.

Legenda: Desde março, acesso ao túmulo do Padre Cícero está fechado. Local em que está sepultado chega a ser visitado por 10 mil pessoas no dia 20 de julho.
Foto: Antonio Rodrigues

A Romaria de 86 anos de morte do Padre Cícero, que acontece entre 17 a 20 de julho, em Juazeiro do Norte, será realizada pela primeira vez na história em formato virtual. A programação diária, a partir de 6h, será transmitida pelas redes sociais da Basílica Santuário de Nossa Senhora das Dores.

A celebração, que abre o chamado ‘Ciclo de Romarias’ — de julho a fevereiro —, costuma atrair 20 mil visitantes, mas não acontecerá presencialmente atendendo às medidas sanitárias de enfrentamento à Covid-19

Nestes quatro dias, os romeiros são convidados para celebrações eucarísticas que acontecerão três vezes ao dia, com transmissão na TV Web Mãe das Dores. Dentro da grande de transmissão, também está uma live com entrevista, que acontecerá às 10h, trazendo convidados como o bispo da Diocese de Crato, Dom Gilberto Pastana, a religiosa e pesquisadora Annette Dumoulin, o cardeal Dom Orani Tempesta e o professor Renato Casimiro. Ainda serão exibidos filmes no “Cine Padre Cícero”, sempre às 14 horas.

A grande novidade é o programa “Espaços Sagrados”, que vai promover uma espécie de ‘tour virtual’ pelos lugares mais visitados pelos fiéis do Padre Cícero, como a Basílica de Nossa Senhora das Dores, o Santuário dos Franciscanos, a Paróquia do Sagrado coração de Jesus, a Capela do Socorro e o Horto. 

Outro destaque será o programa “Encontro com os Romeiros”, que vai promover um bate-papo virtual com os fiéis que estão a quilômetros de distância de Juazeiro do Norte.

O tradicional ‘Show do Chapéu’, que acontece nas noites de romaria, também serão exibidos com apresentações ao vivo de artistas, como Fábio Carneirinho, Silvinha e Francisco, Padre Paulo Evangelista, Fran e Cícera. 

De acordo com o padre Cícero José da Silva, pároco da Basílica de Nossa Senhora das Dores, tudo foi planejado, organizado e pensado pela Comissão Pastoral de Romaria para que alimentasse a esperança dos romeiros nordestinos. “São os protagonistas”, enfatiza.  

Num momento tão delicado vivido não só em Juazeiro do Norte, mas em todo o mundo, o sacerdote reforçou a importância das medidas de isolamento social, neste momento.

“O importante é o pensamento de salvar vidas, ou seja, se faz necessário um esforço da nossa parte, seguir as orientações das autoridades sanitárias do seu município para que, num futuro não muito distante, possamos nos encontrar (pessoalmente)”, pediu.

“Com certeza, se o ‘padrinho’ estivesse fisicamente aqui conosco, estaria nessa luta. Ele enfrentou muitos desafios, tomou conta do povo”, completa Cícero José.  

A programação completa pode ser conferida no site da Basílica de Nossa Senhora das Dores.