Moradores de Juazeiro do Norte 'celebram' aniversário de obra suspensa há 2 anos no município

Ponte idealizada para dar continuidade à Rua Rui Barbosa foi iniciada em 2019

Montagem com imagem da ponte incompleta (à esquerda) e mesa com bolo e refrigerantes (à direita)
Legenda: Mesa de aniversário foi erguida acima da ponte, na qual se formou uma extensa poça d'água
Foto: reprodução

Moradores de Juazeiro do Norte, na região do Cariri cearense, realizaram, nessa quinta-feira (6), uma celebração motivada pelo deboche. O grupo preparou um aniversário para exaltar os dois anos de incompletude de uma obra no município.

A construção se trata de uma ponte, idealizada para dar continuidade à Rua Rui Barbosa. Apesar de já contar com espaço para trânsito de pedestres pelas laterais, a obra em si não permite que veículos passem pela via, o que atrapalha a vida de quem passa pela região.

Atualmente, a construção está suspensa, e dois quarteirões pelos quais a via passa estão praticamente fechados.

Nas proximidades da ponte, foi organizado um cenário similar ao de uma festa de aniversário comum: os moradores puseram uma mesa com um bolo, copos e refrigerantes. De distinto, havia apenas cartazes com reclamações acerca da obra, além de entulho e sujeira.

'Protesto justo'

Em entrevista à TV Verdes Mares, o secretário de Infraestrutura de Juazeiro do Norte, José Maria Pontes, considerou o festejo um "protesto justo". "É uma obra paralisada há bastante tempo", pontuou, salientando que a intervenção foi iniciada em 2019.

Montagem com fotos de moradores ao redor de mesa de aniversário colocada sobre a ponte (à esquerda) e mulher andando em meio a lixo e entulho existente ao lado da ponte (à direita)
Legenda: Atualmente, ponte acumula água, lixo e entulho nas proximidades
Foto: reprodução

Segundo o gestor da Pasta municipal, o projeto inicial da construção não contemplou a remoção de edificações laterais, o que teria impactado a execução da obra. "Não adianta a gente fazer as cabeceiras da ponte e efetivamente bloquear o acesso das pessoas às suas residências, a seus comércios", avaliou.

Ainda conforme José Maria Pontes, a Prefeitura de Juazeiro do Norte já tem os recursos para fazer as indenizações das desapropriações, e os valores já foram depositados em conta judicial desde meados do segundo semestre de 2021.

No entanto, a gestão municipal segue à espera de uma posição da Justiça para dar continuidade ao serviço, feito em convênio com o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). A última parcela da obra, de acordo com o secretário, foi paga em 2020.

"Para o Governo Federal, essa obra já deveria estar finalizada [...] e a gestão irá fazer a movimentação para garantir a manutenção desse importante eixo de ligação da nossa cidade", garantiu o titular da Pasta. 

VCrepórter 

Presenciou um fato importante que merece virar notícia? Tem um vídeo ou uma foto? A sua sugestão ou denúncia pode virar uma matéria no Diário do Nordeste. Envie para o nosso WhatsApp (85) 99969-0752. Clique aqui para já mandar uma mensagem

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará