Iguatu registra menor taxa de isolamento dentre as cidades que estão em 'lockdown'

O Município teve variação média de 39%. Crato, Barbalha, Brejo Santo e Juazeiro do Norte também tiveram índice abaixo do recomendado pela OMS (70%)

Legenda: Em Iguatu, a população pouco tem aderido o isolamento social restritivo
Foto: Honório Barbosa

Iguatu, na região Centro-Sul do Estado, tem apresentado a menor taxa de isolamento social dentre as cinco cidades (Barbalha, Brejo Santa, Crato e Juazeiro do Norte) em 'lockdown'. Em todas elas, no entanto, o índice está bem abaixo do recomendado como ideal pela Organização Mundial da Saúde (OMS). 

De acordo com a plataforma ‘Inloco’, no último fim de semana, a taxa oscilou entre 44% e 52%. Na segunda e terça-feira, dias 20 21, esse índice de isolamento social foi ainda menor, chegando a 39%. Nas demais cidades, a melhor taxa foi de apenas 43%, em Juazeiro do Norte. 

A referência mundial para controle da pandemia seria de 70% de pessoas em distanciamento social e 30% expostas com a manutenção dos serviços essenciais.

Aumento

Nas últimas três semanas, houve um aumento significativo de casos da Covid-19 em Juazeiro do Norte. A cidade polo do Cariri passou a ocupar a segunda posição no ranking estadual de casos com diagnósticos positivos (8.954) e de óbitos (193), no interior cearense.

Crato registra 2.950 casos confirmados de Covid-19 e 41 óbitos. Iguatu tem 1.522 casos confirmados e 39 pessoas perderam a vida em decorrência da Covid-19. Já Barbalha alcança 743 casos e 29 óbitos. A cidade de Brejo Santo registra 434 casos da doença e nove óbitos. Os dados são das Secretarias da Saúde dos municípios.

Preocupação

“Os dados são claros e mostram que o vírus continua se espalhando muito rapidamente em Juazeiro do Norte e em outros municípios da região”, observou o presidente da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece), Nilson Diniz.

“A realidade reforça a necessidade de se manter o isolamento social, o uso de máscara, mas infelizmente muitos moradores desobedecem às orientações de prevenção e saem às ruas como se estivéssemos em período de normalidade”.

Para Nilson Diniz, a população cansou de permanecer em casa depois de quatro meses de pandemia. “Não é fácil manter um isolamento tão prolongado, e as medidas sofrem um esgotamento”, pontuou. “Nesse cenário, os casos da doença tendem a permanecer crescendo”.

Taxa de isolamento entre segunda (20) e terça (21): 

  • ​Iguatu - 39%
  • Crato - 43%
  • Barbalha - 42%
  • Brejo Santo - 40%
  • Juazeiro do Norte - 43%

O secretário da Saúde de Iguatu, George Xavier, avalia que neste mês Iguatu reverta o pico de disseminação da doença. “Os números de casos confirmados vêm caindo”, observou. “Essa é a nossa expectativa”.

Xavier frisou que a Secretaria da Saúde vem se esforçando para reduzir os índices de contágios. “Já adotamos lockdown, fechamento até de serviços essenciais para tentar conter a disseminação do vírus, mas precisamos do apoio da população”.

Mas, na prática, o cenário é outro. As ruas da cidade de Iguatu estão cheias de moradores e as lojas funcionam com portas entreabertas. A cena é semelhante a registrada nas outras quatro cidades da macrorregião do Cariri.

Você tem interesse em receber mais conteúdo da região do Ceará?