Crateras se abrem na CE-163 e estrada de acesso à Mundaú fica parcialmente destruída

Segundo o secretário de Turismo de Trairi, José Maria Teixeira, o asfalto cedeu após uma lagoa que fica nas proximidades do trecho encher com as chuvas dos últimos dias

O trecho da CE-163 que dá acesso à praia de Mundaú, em Trairi, foi destruído pela força das águas no último domingo (24). Crateras se abriram na estrada e os veículos só conseguem trafegar em parte da via.

Segundo o secretário de Turismo de Trairi, José Maria Teixeira, o asfalto cedeu após uma lagoa que fica nas proximidades do trecho encher com as chuvas dos últimos dias.

Os primeiros reparos na via foram iniciados nesta segunda-feira (25), afirmou o secretário.

Ela está parcialmente obstruída, mas a prefeitura já disponibilizou máquinas e já começaram a trabalhar na via. O DER também já tá lá. Vão fazer um bueiro pra desobstruir”

Asfalto cedeu em 2017

A CE-163 tem histórico de problemas. Em abril de 2017, o trecho que dá acesso à praia de Flecheiras, que está entre os principais destinos turísticos do estado, foi bloqueado após uma barragem particular romper e o asfalto ceder com a força das águas. Em maio do mesmo ano, o trecho foi liberado e o problema corrigido com a abertura de um bueiro provisório. 

Em novembro de 2018, o Governo do Estado anunciou a restauração de 38 quilômetros da via, ficando quatro trechos em obras:  entroncamento da CE-085 até Trairi, com 11 km de extensão e investimento de R$ 2.615.378,24; do Centro de Trairi ao distrito de Barrinha, em Mundaú, com 9,17 km e investimento de R$ 5.191.816,13; de Barrinha até a praia de Guajiru, onde serão restaurados 16,97 km, com investimento de R$ 6.052.368,56 e a travessia urbana de Trairi, na rodovia CE-162 

O investimento total das obras, segundo o governo, foi de R$ 14 milhões, com previsão de conclusão para este ano. 

Você tem interesse em receber mais conteúdo da região do Ceará?

Assuntos Relacionados