Concurseiros que estavam em outro ônibus prestaram os primeiros socorros às vítimas de tombamento

Ônibus com candidatos do concurso da Funsaúde tombou em Tianguá e deixou quatro mortos e 34 feridos

Ônibus capotado sobre a via
Legenda: Quatro pessoas morreram e pelo menos 34 ficaram feridas, segundo a PRF
Foto: PRF

Os primeiros socorros prestados às vítimas da tragédia que deixou quatro pessoas mortas e diversos feridos vieram de profissionais de saúde que estavam em outro ônibus. O acidente ocorreu na madrugada desta sexta-feira (22), no quilômetro 301, da BR-222, em Tianguá, na Serra da Ibiapaba, no Ceará. 

Os passageiros de ambos os transportes se deslocavam para realizar um concurso neste fim de semana. 

Conforme o inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Flávio Maia, após o tombamento do ônibus, duas pessoas morreram no local. Outra dupla foi socorrida ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. 

“Segundo informações, os passageiros iam realizar a prova da Fundação de Saúde, que será realizada no domingo. Outro veículo com pessoas que também iriam fazer o concurso ajudaram a prestar o socorro”, disse. 

Ônibus foi removido da via às 10h30. Segundo a PRF, a rodovia está parcialmente interditada.

acidente em Tianguá com concurseiros
Legenda: Acidente ocorreu no KM 301 da BR-222
Foto: Divulgação/PRF

Resgate

Após os procedimentos iniciais, 34 passageiros deram entrada no Hospital e Maternidade Madalena Nunes, em Tianguá. Três deles precisaram ser remanejados para a Santa Casa de Misericórdia, em Sobral, tendo em vista a gravidade das escoriações.

A PRF alertou em nota que o acidente provocou o bloqueio total da pista e o fluxo de veículos está sendo coordenado por equipes do órgão.  

ônibus tombado em Tianguá com candidatos do concurso da Funsaúde
Legenda: Ônibus são do Maranhão com destino a Fortaleza
Foto: Divulgação/PRF

Sobreviventes

Segundo a psicóloga Tatiele Cristine Silva Lobão, uma das passageiras, o ônibus saiu do Maranhão por volta de 15h dessa quinta-feira (21). Com ferimentos no braço e no pé, ela relatou que não lembra exatamente como o acidente ocorreu.

"Eu não lembro de muita coisa. Era de madrugada e estava todo mundo dormindo. A gente só viu quando o ônibus começou a balançar e caiu". 

A fisioterapeuta Paula Samanta Moreira de Matos detalhou que sentiu "cheiro de queimado" antes do tombamento do veículo. 

"Eu estava dormindo e acordei sentindo cheiro de queimado. Quando falei que estava fedendo a queimado, automaticamente o ônibus já virou. O nosso medo era de cair dentro da serra, eu estava desesperada", conta a profissional que tem escoriações no braço e no pé. 

Ainda conforme Paula, havia candidatos dos municípios de Barra do Corda, Presidente Dutra e Caxias, no Maranhão, estado de origem do ônibus, além de Teresina, no Piauí. 

'Profundo pesar'

Nesta manhã, o governador Camilo Santana (PT) lamentou o acidente e prestou solidariedade aos concurseiros. O chefe do Executivo estadual ressaltou que está "prestando todo o atendimento necessário às vítimas. Meus sentimentos de profundo pesar", concluiu. 

Camilo Santana comenta acidente em Tianguá
Legenda: Governador prestou solidariedade às vítimas do acidente em Tianguá
Foto: Reprodução/Instagram

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará