Ceará registra chuvas em mais de 115 municípios. Com 147 mm, Iracema tem maior volume

Os municípios da região Jaguaribana registraram as maiores precipitações das últimas 24 horas.

Legenda: Mais de 100 municípios cearenses registraram precipitações nas últimas 24 horas.

O Ceará registrou chuvas em mais de 115 municípios entre as 7h de segunda-feira (17) e 7h desta terça-feira (18), segundo balanço parcial da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), observado às 9h10. Os dados devem ser atualizados ao longo do dia, conforme informações do órgão estadual.

+ Canal do Rio Granjeiro transborda em alguns trechos e causa transtornos no Crato 

Os municípios da região Jaguaribana registraram as maiores precipitações no intervalo de tempo. Em Iracema foram observados 147 milímetros, maior acumulado até o momento. Na sequência estão Ererê (123 mm) e Jaguaretama (106 mm), que estão entre as maiores precipitações das últimas 24 horas, segundo a Funceme. Orós (41 mm) e Pereiro (39 mm) também somaram boas precipitações.

No Cariri, que também atingiu bons volumes, Crato (103 mm), Penaforte (72.2 mm), Umari (68 mm) e Ipaumirim (65.4 mm) se destacam com as maiores precipitações. No Sertão Central e Inhamuns, o município de Boa Viagem chegou a registrar 108 mm (segundo maior acúmulo do dia). As cidades de Milhã (95 mm)Senador Pompeu (81.4 mm), Solonópole (62 mm) e Catarina (52 mm) fecham as maiores precipitações da região.

Desde esta segunda-feira, o Estado apresenta boas precipitações em todo o território

Previsão

Hoje, o Ceará deve seguir com nebulosidade variável e eventos de chuva em todas as regiões. Para amanhã (19), as previsões da Funceme apontam o predomínio de nebulosidade variável em todas as regiões, com eventos de chuva nos Litorais de Fortaleza, Pecém e Norte, na Ibiapaba, no Maciço de Baturité.

Na quinta-feira (20), deve haver “predomínio de nebulosidade variável em todas as regiões com evento de chuva na faixa litorânea, no Maciço de Baturité e na Ibiapaba”. Ainda segundo a Funceme, nas demais regiões, devem ocorrer chuvas isoladas.

Zona de Convergência

Nas imagens de satélite do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), é possível observar nuvens de chuva sobre a faixa litorânea do Ceará, Piauí e Maranhão. Segundo a Funceme, “a nebulosidade está associada à proximidade da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), principal sistema indutor de chuva no norte do Nordeste no período de fevereiro a maio"

Aporte de Açudes

Conforme o último balanço da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), o Estado possui 33 açudes em volume morto e 13 secos. Apenas o Germinal e o Tijuquinha sangraram. Ainda conforme o órgão, cinco açudes estão com volume acima de 90%, incluindo os dois com sangria, e 90 reservatórios constam com volume abaixo de 30%.

O volume registrado, até então, corresponde a 14,72% do total aportado pelos 155 reservatórios do Estado.

Maiores acumulados, até às 8h50:

  1. Iracema (Posto: Bastiões) : 147.0 mm
  2. Ererê (Posto: Açude Santa Maria) : 123.0 mm
  3. Boa Viagem (Posto: Açude Vieirão) : 108.0 mm
  4. Jaguaretama (Posto: Jaguaretama) : 106.0 mm
  5. Crato (Posto: Crato) : 103.0 mm
  6. Ererê (Posto: Ererê) : 90.0 mm
  7. Crato (Posto: Lameiro) : 85.0 mm
  8. Senador Pompeu (Posto: Senador Pompeu) : 81.4 mm
  9. Umari (Posto: Umari) : 68.0 mm
  10. Umari (Posto: Sitio Canto) : 65.8 mm
Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará