Ceará lidera desligamentos de linhas de transmissão em decorrência de queimadas no Nordeste

Ao todo, foram registrados 59 episódios de queimadas que geraram saídas de operação das linhas

O Ceará liderou o número de casos de desligamento de linhas de transmissão em decorrência das queimadas em todo o Nordeste em 2019. Os dados são da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) e foram divulgados nesta quinta-feira (10). Segundo a Chesf, 59 casos de queimadas que geraram saídas de operação das linhas foram registradas. 

Nos municípios de Icó, Milagres, Banabuiú e Quixadá, que apresentaram os casos mais graves de queimadas, a Chesf reforçou a campanha contra queimadas nas rádios. O período de maior incidência das ocorrências é de agosto a novembro. 

"As queimadas são ilegais e é preciso haver uma conscientização sobre essa questão. O problema afeta toda a sociedade com a falta de energia elétrica, por isso, é importante que a sociedade esteja em alerta", afirma Narion Ranieri Cardoso, coordenador das ações de combate às queimadas na Chesf.

Ainda conforme a companhia, informações contra as queimadas já estão nas rádios que alcançam as regiões com maior incidência de casos. O slogan é "Queimadas só traz sofrência". Peças da campanha estão disponíveis no portal www.chesf.gov.br.

Queimadas no Ceará

Em geral, segundo a Chesf, os casos de queimadas no Ceará têm relação com fogo em roçados, o que é ilegal e desaconselhada pelas autoridades ambientais."São verificados, também, casos em que o fogo começa no entorno das estradas, o que pode ser ocasionado por cigarros jogados acesos na pista. 

Maranhão e Piauí

No Maranhão e no Piauí, as linhas de transmissão apresentaram 13 desligamentos de agosto a novembro do ano passado. Conforme a Chesf, também foi reforçada campanha de rádio nas regiões onde foram verificadas as maiores incidências de queimadas. 

Os desligamentos prejudicam o fornecimento de energia elétrica não só para municípios como Caxias, Presidente Dutra e Timon (MA) e Teresina, Picos e Piripiri (PI), mas também podem ocasionar desligamentos de grandes proporções.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará

Assuntos Relacionados