Candidatos a vagas no hospital do Cariri vão a local de prova e descobrem que exame foi suspenso

Os candidatos afirmam que se deslocaram até o local de prova e havia apenas um cartaz afirmando suspensão temporária por decisão judicial

foto
Legenda: Cartaz fixado na UFCA informa de suspensão de seleção para Hospital Regional do Cariri por decisão judicial
Foto: Reprodução/VC Repórter

Candidatos a vagas no Hospital Regional do Cariri (HRC) em Juazeiro do Norte se dirigiram ao local da seleção neste domingo (25) e só descobriram que o exame havia sido suspenso ao verem um cartaz com o aviso.

O cartaz fixado em um dos portões do campus da Universidade Federal do Cariri dizia que as provas estavam "temporariamente suspensas por ordem judicial".

De acordo com um candidato, que realizaria prova na UFCA e preferiu não se identificar, ele não foi avisado da suspensão e encontrou diversos inscritos na mesma situação, inclusive pessoas de outros estados que viajaram para realizar a prova. 

Ele estava inscrito para concorrer a uma vaga como profissional de saúde e conta que se sentiu indignado com a falta de aviso. 

O Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), que administra o hospital, informou que foi notificado neste sábado (24) pela Justiça estadual sobre a decisão da 10ª Vara da Fazenda Pública de suspender a seleção na cidade. O instituto disse que tentou conseguir, sem sucesso, uma liminar para reverter a suspensão, até este sábado, e não houve tempo de avisar aos candidatos que o exame não aconteceria. As provas foram realizadas nas demais cidades. 

As inscrições para a seleção ocorreram nos meses de setembro e novembro. O edital foi aberto em agosto, com vagas de cadastro de reserva para diversas funções, como auxiliar de manutenção, bombeiro, eletricista, recepcionista, motorista, enfermeiro, técnico e médico.

As provas objetivas de quase todas as vagas estavam marcadas para a manhã e a tarde deste domingo. 

Além do campus da UFCA, candidatos também realizaram as provas em duas universidades na Capital, na Escola Agrícola Dep. Leorne Belém e na Escola Zilá Zilda Carneiro, em Quixeramobim, e ainda no Campus Betânia, da Universidade Estadual do Vale do Acaraú (UVA), em Sobral.

O edital de convocação para as provas objetivas foi divulgado em 19 de outubro. O valor das inscrições variou entre R$ 60,00 e R$ 120,00. 

'Novas informações em breve"

O ISGH disse lamentar "profundamente o transtorno aos candidatos do processo seletivo de Juazeiro" e informou que, em breve, disponibilizará no site do instituto, novas informações, atualizadas, sobre o ocorrido.

O ISGH ressaltou ainda que, o processo seletivo nas cidades de Fortaleza, Sobral e Quixeramobim, seguiu normalmente, observando todas as normas de segurança determinadas pelo Governo do Estado. "Além disso, não houve intercorrência ou situação que, levasse a algum agravo aos colaboradores ou candidatos que, participaram do processo seletivo público nestas três outras cidades", disse, em nota.


 

 

 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará