Barreira sanitária controla entrada em Camocim e impede turistas sem reservas na cidade

Novo decreto municipal estabelece regras para o ingresso de pessoas na cidade

Agente da Guarda Municipal de Camocim orienta turista em barreira sanitária implantada na fronteira da cidade
Legenda: As fiscalizações nas divisas do município estão sendo realizadas por servidores da Guarda Municipal, agentes de trânsitos, Polícia Militar e profissionais da saúde do município
Foto: arquivo pessoal

O agravamento da crise da pandemia da Covid-19 no Ceará forçou diversas cidades a decretarem medidas mais rígidas de isolamento social. Em Camocim, as novas regras causaram transtorno, nesta terça-feira (9), no limite do município com a Vila de Jericoacoara.  

Turistas que desejavam realizar passeios pelas praias do litoral de Camocim foram impedidos por equipes da Guarda Municipal de utilizarem as balsas de travessia para a cidade. O grupo demostrou insatisfação devido ao bloqueio.  

Seguindo o decreto que estabeleceu lockdown em Fortaleza, o município decidiu publicar, no sábado (6), uma determinação com medidas mais rígidas de combate a pandemia de Covid-19. No documento, que segue em vigência até o dia 17 de março, está prevista a restrição de entrada de pessoas no território de Camocim.   

Em relação ao episódio desta terça-feira, o titular da Secretaria do Turismo e Desenvolvimento Econômico, Ricardo Vasconcelos, explicou que a utilização de balsas no limite com Jijoca de Jericoacoara está liberada apenas para os casos que se encaixem nas determinações do novo decreto municipal.

No documento é especificado, entre outros, que pessoas que possuam hospedagem em estabelecimentos de Camocim podem transitar livremente, assim como residentes que trabalham em outros municípios. "O que não estamos permitindo é a entrada de pessoas apenas para passeios", disse Vasconcelos. 

As fiscalizações no limite do município estão sendo realizadas por servidores da Guarda Municipal, agentes de trânsitos, Polícia Militar e profissionais da saúde do município, informou o secretário.     

Quem pode entrar em Camocim 

Até o dia 17 de março só é permitida o trânsito de pessoas nos limites do município nos seguintes casos:   

  • Residentes no território municipal, devendo apresentar comprovante de endereço ou documento de inscrição no cadastro do Imposto Predial Territorial Urbano - IPTU; 

  • Pessoas que trabalham em estabelecimentos localizados no Município de Camocim, devendo apresentar documento que comprove o vínculo empregatício; 

  • Transporte de mercadorias essenciais ou casos de urgência, devidamente inspecionadas pela Secretaria Municipal de Segurança, Trânsito e Defesa Civil; 

  • Pacientes oriundos dos Municípios com competência para referenciar atendimentos de saúde para a Policlínica Coronel Libório Gomes da Silva, Centro de Especialidades Odontológicas Regional (CEO-R) e Hospital Deputado Murilo Aguiar, devendo apresentar comprovante de marcação do exame/consulta ou ficha de referência; 

  • Pacientes que buscam atendimento de urgência ou emergência na UPA de Camocim; 

  • Prestadores de serviços, com comprovação após a inspeção sanitária;  

  • Pessoas que tenham hospedagem comprovada em hotel ou pousada situado (a) no Município de Camocim. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará