Ao dar a luz em hospital, gestante informa nome falso e é presa em Juazeiro do Norte

A acompanhante dela também foi detida por suspeita de cometer o mesmo crime. A criança ficou internada sob cuidado de médicos e do Conselho Tutelar da cidade

Uma mulher grávida foi presa após o parto por suspeita de falsidade ideológica ao repassar nome falso durante a internação em um hospital nesta quinta-feira (30), em Juazeiro do Norte.

A amiga dela, que a acompanhava também foi detida após inserir dados falsos na ficha de atendimento. O bebê seque internado sob cuidados médidos e acompanhamento do Conselho Tutelar. 

A Secretaria da Segurança Pública informou que a acompanhante repassou o seu nome como sendo o da mulher grávida que tinha acabado de ser internada para ter a criança. Ao ser questionada pelos funcionários sobre a documentação da paciente, ela disse que não possuia, contudo diante da exigência dos atendentes, ela apresentou os documentos e foi comprovada a fraude na informação dos nomes.

Funcionários acionaram a polícia, que conduziu as duas mulheres para a Delegacia Regional de Juazeiro do Norte, onde foram autuadas em flagrante por falsidade ideológica. Elas já se encontram em uma unidade prisional do estado. A Polícia Civil investiga a motivação delas para cometer o crime.


Assuntos Relacionados