Vereadores aprovam lei que estima em R$ 10,7 bi o orçamento para Fortaleza em 2023

Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) servirá como base elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2023

Escrito por Redação,

PontoPoder
Vereadores no plenário da Câmara Municipal de Fortaleza
Legenda: A previsão da receita estimada para o orçamento da Prefeitura ficou estabelecida em R$ 10,7 bilhões
Foto: Foto: Érika Fonseca/CMFor

Vereadores de Fortaleza aprovaram nesta quinta-feira (30), em redação final, Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que servirá como base elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2023. A previsão da receita estimada para o orçamento da Prefeitura ficou estabelecida em R$ 10,7 bilhões.

A votação marcou o encerramento dos trabalhos do primeiro semestre na Câmara Municipal, que entra em recesso.

De acordo com a Casa, o texto foi discutido em 12 audiências públicas virtuais, "abrangendo cada uma das regiões administrativas do município, entre os dias 24 de fevereiro e 3 de março de 2022". 

Foram apresentadas 23 emendas ao projeto, com apenas duas recebendo parecer favorável e aprovadas pelo colegiado. 

A LDO é quem estabelece as diretrizes para a elaboração da Lei Orçamentária Anual e deverá ser enviado à Câmara no segundo semestre de 2022.

Atribuições

A LDO, em resumo, define a organização e estrutura dos orçamentos; as diretrizes gerais para a elaboração dos orçamentos fiscal, da seguridade social e de investimento das empresas estatais; as disposições relativas às despesas de pessoal e as disposições sobre alterações na legislação tributária.

Para o ano de 2023, a Prefeitura de Fortaleza apresentou a proposta de investimento em sete Eixos Estratégicos:

Equidade Territorial, Social e Econômico; Cidade Conectada, Acessível e Justa Mobilidade e Acessibilidade Urbanas; Vida Comunitária, Acolhimento e Bem-Estar; Desenvolvimento da Cultura e do Conhecimento; Qualidade do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais; Dinamização Econômica e Inclusão Produtiva e Governança Municipal.